Armador Marcelinho Huertas comemora volta aos treinos na Espanha
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Armador Marcelinho Huertas comemora volta aos treinos na Espanha

Iberostar Tenerife retoma atividades, mas decisão sobre retorno da Liga ACB será tomada até 31 de maio

Marcius Azevedo

12 de maio de 2020 | 17h01

O armador Marcelinho Huertas comemorou o retorno dos treinos no Iberostar Tenerife, da Espanha. A equipe tem realizado atividades no Pabellón Insular Santiago Martín, em San Cristóbal de La Laguna, seguindo os requisitos apontados pelos órgãos de saúde do país.

“É bom demais voltar. Os treinos estão sendo individuais por enquanto. Os números do contágio estão diminuindo aqui na Espanha, mas ainda é difícil saber se vamos voltar a competir nesta temporada”, afirmou Huertas.


Marcelinho Huertas em ação durante treino do Tenerife. Foto: Divulgação

A Espanha soma 228 mil casos de coronavírus e 26.920 mortes pela doença.

Apesar do retorno aos treinos, não há certeza do retorno da temporada 2019/2020 da Liga ACB, o Campeonato Espanhol. A decisão será tomada até 31 de maio. Em caso de retorno, o torneio vai contar os 12 melhores times no momento da paralisação, divididas em dois grupos, com seis integrantes em cada um deles.

O Iberostar Tenerife aparece no Grupo A, que conta ainda com Barcelona, Bilbao Basket, Kirolbet Baskonia, Unicaja e Joventut Badalona. A chave B terá Real Madrid, Casademont Zaragoza, MoraBanc Andorra, Valencia Basket, San Pablo Burgos e Herbalife Gran Canaria.

De acordo com o novo sistema de disputa, os times jogarão entre si, em turno único, dentro de suas respectivas chaves e os dois melhores classificados avançam à semifinal, que será definida em partida única. Os dois vencedores vão brigar pelo título, também em jogo único.

Antes da paralisação por causa da pandemia da covid-19, o Iberostar Tenerife estava na quarta colocação da Liga ACB, com 14 vitórias e oito derrotas.

Tudo o que sabemos sobre:

Marcelinho Huertasbasquete

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.