Basquete Unifacisa adota uniforme preto para se unir ao movimento de combate ao racismo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Basquete Unifacisa adota uniforme preto para se unir ao movimento de combate ao racismo

A camisa da equipe de Campina Grande também terá a mensagem Vidas Negras Importam

Marcius Azevedo

15 de outubro de 2020 | 18h25

O azul e branco vão abrir espaço para o preto em alguns jogos na próxima temporada do Novo Basquete Brasil (NBB), que começa em novembro. A Unifacisa se uniu ao movimento de combate ao racismo, que vem tomando conta não só do basquete, mas também dos esportes ao redor do mundo.

O uniforme preto trará a mensagem Vidas Negras Importam. “Queremos homenagear essa comunidade negra, que sofre muito preconceito, até mais do que os nordestinos, uma violência diária. Queremos estar junto nesta luta. O esporte é um grande instrumento de mobilização social e de transformação da sociedade. Vamos usar os nossos uniformes para mostrar os nossos propósitos, porque existimos como um time de basquete” afirmou o diretor da equipe, Diego Gadelha, ao blog.


A equipe da Unifacisa vai jogar com um uniforme preto no próximo NBB. Foto: Unifacisa

A cultura da Paraíba será representada por xilogravuras, nas golas, manga, lateral da camisa, em todos os três uniformes da Unifacisa. “Queremos mostrar que o nordestino pode sim, quando tem organização, trabalho e planejamento, vencer em qualquer atividade. O esporte é um grande exemplo. É um povo que sofre preconceitos regionais, mas consegue lutar de igual para igual contra qualquer equipe do Sul e Sudeste.”

Após uma boa campanha em sua primeira participação no NBB antes do fim prematura da temporada por causa do novo coronavírus, a Unifacisa se reforçou bastante para seguir com um papel de destaque na principal competição nacional.

Tudo o que sabemos sobre:

nbb novo basquete brasilbasqueteUnifacisa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.