Brasil bate Argentina, é campeão sub-17 e confirma renascimento na base
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil bate Argentina, é campeão sub-17 e confirma renascimento na base

Foi o sexto título sul-americano da seleção brasileira na gestão Guy Peixoto

Marcius Azevedo

30 de novembro de 2019 | 20h15

Em um jogo emocionante, a seleção brasileira sub-17 superou a Argentina por 98 a 97, neste sábado, no Centro Olímpico, em Santiago (Chile), e faturou o título do Campeonato Sul-Americano da categoria. A conquista comprova que o Brasil recuperou sua força nos torneios de base, mais um fruto da gestão do presidente Guy Peixoto na CBB.

Desde que o ex-jogador assumiu o comando da entidade em março de 2017, com o Brasil impedido de jogar competições por uma punição da Fiba por diversos problemas na administração de Carlos Nunes, foram seis conquistas em torneios sul-americanos, sendo três neste ano: sub-14 feminino, sub-21 masculino e agora o sub-17 masculino.


Márcio Henrique se destacou na final diante da Argentina. Foto: ConsuBasquet

No título deste sábado destaque para Márcio Henrique (23 pontos e 11 rebotes) e Guilherme Santos (27 pontos, seis rebotes e duas assistências). A dupla já será convocada pelo técnico Aleksandar Petrovic para defender a seleção brasileira adulta contra o Uruguai, em fevereiro de 2020. Adyel Borges também teve boa atuação, com 14 pontos, oito rebotes e sete assistências.

A conquista da equipe do técnico Fernando Pereira foi de maneira invicta. Foram duas vitórias na primeira fase (Equador e Chile), outra pela seminal (Uruguai), além da decisão diante da Argentina.

A final foi bastante equilibrada. No primeiro tempo, o Brasil foi melhor na primeira parcial e venceu por 24 a 18. A Argentina se recuperou no segundo período e fez 24 a 20, com os brasileiros indo para o intervalo em vantagem: 44 a 42.

A Argentina seguiu melhor na partida e virou o placar ao vencer o terceiro período por 26 a 20. Na última parcial, o Brasil marcou forte e utilizou o contra-ataque para fazer 34 a 29 e fechar o confronto com uma vitória por 98 a 97.

Tendências: