As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasília tira o Flamengo da zona de conforto

Marcius Azevedo

22 de fevereiro de 2013 | 08h40

O Brasília comprovou que o Flamengo terá de se coçar para não ficar sem um título que parecia certo. Em um ótimo jogo na noite de quinta-feira, com o ginásio Nilson Nelson lotado com 16.532 pessoas, o time do Distrito Federal derrotou o Rubro-Negro com autoridade por 82 a 70.

O revés foi o segundo da equipe do técnico José Neto na competição. Até então, o Flamengo dava mostras de que não tinha adversário capaz de derrotá-lo. Mas Franca, atual 4º colocado, e depois Brasília, o vice-líder, trataram de acionar o sinal amarelo na Gávea.

José Neto já havia feito um alerta em post publicado neste blog de que o regulamento do NBB não dava qualquer vantagem ao Flamengo, já que, na final, o título é decidido em jogo único.

Agora, Brasília tratou de reforçar o discurso do treinador rubro-negro e, com uma equipe forte, tem realmente chance de brigar pelo título.

Na vitória de quinta-feira, o cestinha foi Nezinho, que anotou 18 pontos. Mas Guilherme Giovannoni e Paulão Prestes também se destacaram. O primeiro fez 17 pontos e amealhou sete rebotes, enquanto o segundo conseguiu um duplo-duplo: 17 pontos e 10 rebotes.

O Brasília contou ainda com mais dois jogadores com pelo menos 10 pontos. Arthur e Alex Garcia terminaram o jogo com 11.

Pelo lado do Flamengo, o pivô Caio Torres foi o destaque, conquistando um duplo-duplo: 14 pontos e 11 rebotes. Já Olivinha foi o cestinha da equipe com 17 pontos.

As duas equipe têm tudo para estarem na final do NBB.

Tudo o que sabemos sobre:

Brasília; FlamengoJosé NetoNBBNezinho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.