Casamento entre Varejão e Flamengo chega ao fim da pior maneira possível
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Casamento entre Varejão e Flamengo chega ao fim da pior maneira possível

Clube propôs redução de 70% do salário, um 'convite para sair', segundo o pivô

Marcius Azevedo

19 de julho de 2019 | 15h23

Anderson Varejão não renovou o contrato com o Flamengo após ser campeão do NBB. E o fim do casamento foi da pior maneira possível. O jogador usou palavras como “falta de respeito” e “convite para sair” em comunicado divulgado nesta sexta-feira. A equipe rubro-negra se defendeu em uma nota oficial.

A julgar pelo teor da nota oficial, o pivô, que tem uma longa e vitoriosa carreira, com 13 temporadas na NBA, está coberto de razão. Na negociação para renovar o vínculo, segundo Varejão, o Flamengo propôs uma redução salarial de 70%. Oficialmente, os valores não são divulgados, mas ele recebia algo em torno de R$ 150 mil mensais.

Não bastasse tal redução, o clube, novamente segundo Varejão, não abriu qualquer negociação. Era pegar ou largar. O pivô, com razão, largou.

“Quando voltei ao Brasil, meu pensamento era encerrar a carreira no Flamengo. Ao final da temporada, falei da vontade de ficar na Gávea. Mas a vontade tinha que ser do clube também. Meu salário não era um ‘salário NBA’, estava nos padrões do Brasil, mas uma proposta como essa é mais um ‘convite para sair’. Na semana passada, ofereceram isso. Sem conversa ou negociação, essa semana encerraram o assunto. Faltou respeito, faltou consideração”, afirmou Varejão.

Apesar da mágoa com o tratamento recebido da diretoria, o pivô enalteceu o carinho do torcedor do Flamengo nesta relação que durou um ano e meio.

Sobre o futuro, Varejão se diz focado na participação da seleção brasileira na Copa do Mundo da China. Os treinos começam na próxima semana, em Anápolis. A competição será entre os dias 31 de agosto e 15 de setembro.

Independentemente da equipe que irá defender, seja no Brasil ou na Europa, Varejão foi tratado de maneira desrespeitosa pela diretoria do Flamengo. A redução da folha salarial, talvez, seja necessário ao clube neste momento, mas o tratamento poderia ter sido completamente diferente.

NOTA OFICIAL DO FLAMENGO

O Clube de Regatas do Flamengo recebeu com surpresa o posicionamento do atleta Anderson Varejão nas redes sociais na tarde desta sexta-feira (19), visto que, além de não esclarecer todos os pontos da negociação realizada neste período, o mesmo possui contrato vigente com o Rubro-Negro até final de setembro de 2019.

Vamos aos fatos:

– O “projeto Anderson Varejão” no Flamengo teve início em janeiro de 2018 e previa, desde seu o início, a exploração da imagem do jogador para ações de marketing e licenciamento. Infelizmente o retorno esperado para este projeto não aconteceu e, com isso, os valores contratuais superaram, em muito,  o  usualmente pago aos jogadores mais conhecidos do nosso basquete.

– O Flamengo estava desde as finais do NBB 11 conversando com o agente do atleta para negociar seu futuro no CRF. Durante as finais da competição, inclusive, a gerência de basquete fez reuniões presenciais com seu representante, em Ribeirão Preto (SP), contrariando o que disse o atleta em suas redes sociais.

– O objetivo do clube para essa próxima temporada era manter o jogador em nosso plantel,  não incluindo mais o projeto de marketing e, por conseguinte, reduzindo seus rendimentos de forma a que eles ficassem mais próximos aos demais  salários dos atletas de nosso time campeão. Vale ressaltar que esta redução proposta, se considerada toda a temporada, seria muito menor do que os 70% alegados pelo atleta e que seu salário seria um dos maiores de todo o grupo.

Esta é a realidade dos fatos. O Flamengo reitera seu maior respeito para com o atleta e deseja total sucesso em seu futuro esportivo.

Tudo o que sabemos sobre:

FlamengoAnderson VarejãoNBBbasquete

Tendências: