Com ou sem testeira, LeBron James será sempre LeBron James
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com ou sem testeira, LeBron James será sempre LeBron James

Astro continua sendo decisivo, independentemente do uso do adereço na cabeça

Marcius Azevedo

11 de maio de 2015 | 09h49

Lebron James com e sem o adereço na cabeça

Lebron James com e sem o adereço na cabeça

LeBron James surpreendeu ao entrar em quadra para enfrentar o Dallas Mavericks, no American Airlines Center, em 10 de março, ainda pela temporada regular, sem o tradicional adereço na cabeça.

A testeira foi dispensada porque o astro, segundo sua explicação tempos depois, “queria se parecer mais com os colegas, ser apenas mais um”.

A peça retornou na segunda partida dos playoffs contra o Chicago Bulls, quase dois meses depois, quando o Cleveland Cavaliers venceu por 106 a 91, e desapareceu novamente no jogo 4, dois dias depois da derrota por 99 a 96, em uma cesta incrível de Derrick Rose.

Sem o adereço, LeBron foi mais uma vez decisivo. Apesar de registrar um rendimento ruim nos arremessos de quadra (10 de 30, sendo 1 de 7 nos três pontos), o ala acertou o último, a 1,5s do fim, garantindo uma vitória fundamental para o Cleveland chegar à final da Conferência Leste.

Detalhe: LeBron passou por cima de uma determinação do técnico David Blatt, que queria que ele fosse o responsável por cobrar o fundo bola.

“Disse para o treinador que não tinha como eu ser o cara a colocar a bola em jogo do fundo de quadra a não ser que pudesse fazer um malabarismo e arremessar direto para a cesta. Então falei que outro poderia colocar a bola em jogo”, declarou James, sem qualquer cerimônia . 

“Peguei tudo que o treinador bolou e joguei fora. Eu apenas disse: ‘Apenas me dê a bola. Ou vamos todos para a prorrogação, ou vou ganhar esse jogo para nós'”, completou o astro, que cumpriu sua promessa.

Confira o vídeo da jogada sensacional de LeBron:

A suposta crise de identidade de LeBron, claro, foi tema de debate nas redes sociais e gerou repercussão na imprensa norte-americana.

Fato é que LeBron, com ou sem o adereço que pontuou toda a sua carreira, nunca será um jogador comum. The King, como é conhecido, sempre vai receber aquela última bola para decidir o jogo. Quem é rei nunca perde a majestade.

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteCleveland CavaliersLebron JamesNBA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.