Cristiano Felício troca NBA por equipe do basquete da Alemanha
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cristiano Felício troca NBA por equipe do basquete da Alemanha

Pivô brasileiro assina com o Ratiopharm Ulm após ficar sem contrato com o Chicago Bulls

Marcius Azevedo

09 de agosto de 2021 | 11h24

Cristiano Felício não estará na NBA na próxima temporada. Com o fim do contrato com o Chicago Bulls, o pivô de 29 anos aceitou oferta para se transferir para o basquete da Alemanha. O brasileiro foi confirmado como reforço do Ratiopharm Ulm nesta segunda-feira.

Thorsten Leibenath, diretor de esportes do Ratiopharm Ulm, se mostrou ansioso para ver o brasileiro em quadra. “Ele tem tudo o que precisamos. Um pivô forte no aspecto defensivo, capaz de pegar rebotes e atuar com eficiência próximo da cesta”, elogiou. “Sua personalidade e ética de trabalho darão estabilidade ao nosso jovem time. Apesar das ofertas de fortes ligas europeias, ele rapidamente deixou claro que gostaria muito de jogar aqui”, acrescentou.


Cristiano Felício foi confirmado como reforço do Ratiopharm Ulm. Foto: Ratiopharm Ulm

Com isso, chega ao fim sua passagem de seis temporadas pela liga americano. Felício foi contratado pelos Bulls em 2015, após se destacar pela franquia na Summer League. A estreia aconteceu na temporada 2015-2016, quando contabilizou 31 jogos, com médias de 10,4 minutos em quadra.

Em julho de 2017, o brasileiro renovou o contrato com o Chicago Bulls por quatro temporadas no valor total de US$ 32 milhões (R$ 168 milhões na cotação atual). À época, o pivô havia conquistado o status de opção confiável para entrar no decorrer dos jogos.

Felício ganhou minutos em quadra, fez bons jogos, mas o desempenho na última temporada comprometeu uma renovação. O brasileiro foi utilizado em apenas 18 partidas, com apenas 4,7 minutos de média, além de 1,3 ponto e 1,4 rebotes.

No total, o pivô disputou 252 jogos pelo Chicago Bulls, indo apenas uma vez aos playoffs, na temporada 2016-2017. Neste período na NBA, Felício registrou médias de 4,3 pontos e 3,9 rebotes.

Sem Felício, que assinou por uma temporada com o Ratiopharm Ulm, o Brasil tem apenas dois representantes confirmados na NBA: Raulzinho, que renovou por um ano com o Washington Wizards, e Didi Louzada, que assinou por quatro anos com o New Orleans Pelicans após um período no basquete australiano.

Tudo o que sabemos sobre:

Cristiano FelícioNBAbasquete

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.