As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dallas entra definitivamente na briga para ir aos playoffs

Marcius Azevedo

27 de março de 2013 | 10h29

O Dallas Mavericks passou boa parte da temporada esquecido. O astro do time, o alemão Dirk Nowitzki, ficou algum tempo fora de combate e, quando voltou, parecia que não seria capaz de levar o time nem sequer aos playoffs.

A história mudou. A franquia do Texas reagiu na parte final da temporada e agora está definitivamente na briga com Los Angeles Lakers e Utah Jazz pela última vaga na Conferência Oeste.

A vitória sobre o Los Angeles Clippers, quarta melhor equipe da sua conferência, na rodada de terça-feira, por 109 a 102 na prorrogação, comprovou que o Dallas ainda pode incomodar os favoritos.

O nome do jogo foi justamente Nowitzki. O alemão anotou 33 pontos, marcando os oito primeiros pontos dos Mavericks na prorrogação. O ala amealhou ainda nove rebotes. Outro veterano, o ala Vince Carter, deixou o banco para anotar 14 pontos.

Mas seria uma injustiça dizer que o Dallas entrou na briga pela vaga nos playoffs apenas por causa de Nowitzki. A equipe hoje soma 35 vitórias e 36 derrotas (mesma campanha do Utah) e persegue o Los Angeles Lakers, que tem 36 vitórias e 35 derrotas.

O armador Mike James também tem sua parcela de contribuição. Aos 37 anos, o jogador, que defendeu diversas equipes (Detroit Pistons, Miami Heat, Boston Celtics, Milwaukee Bucks, Houston Rockets, Toronto Raptors, Minnesota Timberwolves, New Orleans Hornets e Washington Wizards), foi contratado apenas como quebra-galho, mas aproveitou que o então titular, Darren Collison, não estava em um bom momento e cavou o seu lugar.

Na partida contra os Clippers, Mike James anotou 10 pontos, deu seis assistências e ainda amealhou quatro rebotes. No anterior, contra o Utah Jazz, havia anotado 19. Desde que ele virou titular, o Dallas venceu nove partidas e perdeu três.

Os Mavericks estão próximos de zerar sua campanha e, enfim, Nowitzki poderá fazer a barba. O alemão e outros jogadores prometeram no começo de fevereiro que ficariam barbudos até o time atingir 50% de aproveitamento.

Com ou sem barba, a ida aos playoffs virou uma realidade para os Mavericks, que não ficam fora da fase final da temporada desde 2000.

Confira os melhores momentos da vitória do Dallas Mavericks contra o Los Angeles Clippers:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.