Dellavedova é “o cara” das finais da NBA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dellavedova é “o cara” das finais da NBA

Armador australiano tem sido o fiel escudeiro de LeBron James na série contra o Golden State Warrios

Marcius Azevedo

10 de junho de 2015 | 07h27

LeBron James, claro, será eleito o MVP (jogador mais valioso) das finais se o Cleveland Cavaliers conquistar o título da NBA. Mas um outro jogador será citado por muitos anos por sua importância (não apenas pela sonoridade agradável do nome) na série contra o Golden State Warriors.

Trata-se de Matthew Dellavedova!

O australiano entrou na fogueira no jogo 2 após o armador Kyrie Irving sofrer uma fratura na patela do joelho esquerdo. A desconfiança foi o primeiro sentimento. Se com o titular os Cavs perderam imagina com o (limitado) reserva.

Dellavedova não deu espaço para Curry e ainda anotou 20 pontos (AFP)

Dellavedova não deu espaço para Curry e ainda anotou 20 pontos (AFP)

Subestimado, Dellavedova virou um leão em quadra no último domingo, quando impôs uma marcação implacável ao MVP da temporada regular, Stephen Curry. Pressionado o tempo todo, o astro dos Warriors teve uma atuação apática, irreconhecível, errando 18 dos 23 arremessos de quadra. Vitória do Cleveland Cavaliers por 95 a 93 e empate na série.

A pergunta após o jogo foi: é possível manter o ritmo para o terceiro jogo? Dellavedova provou na noite de terça-feira que tinha mais cartas na manga. Além da forte marcação, que dificultou novamente o trabalho de Curry (só teve um pouco mais de folga quando Shumpert foi marcá-lo no último período), o australiano foi efetivo no ataque, ajudando LeBron James na missão de pontuar.

Dellavedova converteu sete de 17 tentativas, sendo duas de seis nas bolas de três, e terminou o jogo com 20 pontos. A pontuação ficou próxima da sua melhor marca na NBA. O australiano havia anotado 21 na vitória por 97 a 96 sobre o Detroit Pistons, em 26 de março de 2014.

O armador somou ainda cinco rebotes e quatro assistências nos exatos 38 minutos e 31 segundos em que ficou em quadra.

Confira os melhores momentos do jogo 3 das finais:

Além de Dellavedova, LeBron James, claro, se destacou na vitória do Cleveland por 96 a 91. O astro dos Cavs anotou 40 pontos – o ala registra média de 41 nas finais -, além de amealhar 12 rebotes e distribuir oito assistências, ficando próximo de conseguir um triplo-duplo.

Agora, com 2 a 1 na série, o Cleveland pode abrir vantagem de 3 a 1 no jogo 4, que acontece novamente na Quicken Loans Arena, em Ohio, na quinta-feira.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.