As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Derrota na conta do brasileiro Nenê

Al Horford aproveitou vacilo do pivô para dar vitória ao Atlanta Hakws contra o Washington Wizards

Marcius Azevedo

14 de maio de 2015 | 09h48

Os playoffs da NBA desta temporada estão se notabilizando por bolas ganhadoras no último instante. Chris Paul, Derrick Rose, LeBron James, Paul Pierce…

Este último ficou muito próximo de ser mais uma vez o herói na noite de quarta-feira, quando Washington Wizards e Atlanta Hawks disputaram o jogo cinco da série pela semifinal da Conferência Leste, na Philips Arena, ao converter uma bola de três pontos a 8,3 segundos do fim.

Mas Al Horford roubou o rótulo no último instante, com o cronômetro marcando 1,9s, com os dois pontos da vitória por 82 a 81, após conseguir um rebote ofensivo.

O vilão? O brasileiro Nenê.

O pivô era o responsável por marcar Al Horford na jogada, mas, ao perceber que o armador Dennis Schroder iria entrar livre no garrafão, optou por abandonar o posicionamento. A bola bateu na tabela após toco de John Wall e o jogador do Atlanta, melhor posicionado, surpreendeu Nenê, ficou com o rebote e subiu para fazer a cesta. O brasileiro ficou estatelado no chão.

Confira o vídeo da jogada com Nenê:

Após o jogo, Horford comentou: “Não acreditei que iria participar da jogada. Quando vi a bola subir, eu apenas corri pra lá.” Além da cesta decisiva, o pivô terminou o jogo com um duplo-duplo, com 23 pontos e 11 rebotes.

O lance, claro, foi muito comemorado pelo técnico do Atlanta, Mike Budenholzer. “Foi uma jogada incrível de Al.”

Com o resultado, os Hawks estão vencendo por 3 a 2, com chance de fechar a série no jogo seis, sexta-feira, em Washington. O cenário agora é muito mais favorável ao Atlanta, dono da melhor campanha do Leste na temporada regular, que havia perdido o primeiro jogo da série, em casa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.