Disputa para ficar com Dwight Howard começou…
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Disputa para ficar com Dwight Howard começou…

Marcius Azevedo

30 de junho de 2013 | 15h02

O futuro do pivô Dwight Howard, um dos agentes livres mais cobiçado da NBA, deve ser conhecido até 10 de julho. Cinco equipes vão apresentar propostas pelo jogador, com Houston Rockets e Los Angeles Lakers na dianteira pela disputa.

A equipe do Texas, segundo os rumores da imprensa norte-americana, leva um pouco de vantagem sobre o time da Califórnia. Pessoas próximas ao pivô garantem que Howard, neste momento, quer ir para uma franquia em condições de brigar pelo título.

Em teremos de dinheiro, o Los Angeles Lakers, equipe que o pivô defendeu na última temporada, pode pagar quase US$ 30 milhões a mais do que os concorrentes. O contrato que está sendo especulado seria por cinco anos, algo em torno de US$ 117 milhões.

O problema é que Howard não quer mais ter Mike D’Antoni como treinador, enquanto o gerente geral dos Lakers, Mitch Kupchak, não pensa em trocá-lo. Além disso, o pivô não vê o time, mesmo com o retorno de Kobe Bryant, como chance de ser campeão.

Os Rockets não podem pagar tanto quanto os Lakers, vão oferecer um ano a menos de contrato, mas, por outro lado, contam com uma equipe mais forte na avaliação das pessoas que cuidam da carreira de Howard.

Ao lado de James Harden e Jeremy Lin, o pivô poderia formar um trio poderoso, em condições de brigar pelo título da Conferência Oeste e, quem sabe, desbancar o bicampeão Miami Heat na final da NBA.

As outras três equipes que vão brigar por Howard são Atlanta Hawks (cidade em que o jogador morou na infância), Dallas Mavericks e Golden State Warriors, mas, por enquanto, eles não conseguiram seduzir o pivô.

Vamos aguardar os próximos capítulos desta novela para saber qual será o time de Dwight Howard. A verdade é que o pivô, se ficar nos Lakers ou escolher outra equipe, terá de jogar muito mais do que fez na última temporada.

Dwight Howard em ação pelo Los Angeles Lakers na última temporada

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.