Doc Rivers e Philadelphia 76ers caminham para um casamento perfeito
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Doc Rivers e Philadelphia 76ers caminham para um casamento perfeito

Chegada do treinador muda cultura da equipe, que tem um ótimo início de temporada na NBA

Marcius Azevedo

03 de janeiro de 2021 | 18h35

É apenas o começo da temporada. Ainda temos uma caminhada longa até os playoffs da NBA. Mas é bom ficar atento ao Philadelphia 76ers.

O encontro de um treinador que necessitava de novos ares com um elenco talentoso que precisava mudar de postura dá sinais de um casamento perfeito. A equipe conquistou cinco vitórias em seis jogos e está na liderança da Conferência Leste.


Joel Embiid, destaque dos Sixers, com o técnico Doc Rivers ao fundo. Foto: Tim Nwachukwu/Getty Images/AFP

Após sete temporadas no Los Angeles Clippers, onde fez um excelente trabalho e bateu no aro no objetivo de levar o então ‘patinho feio’ da cidade ao título da NBA, Doc Rivers se mudou para o Philadelphia 76ers.

O estilo de jogo que gosta o treinador, com uma defesa agressiva e uma rotação sem egoísmo no ataque, encaixou perfeitamente no talento à disposição na franquia da Pensilvânia.

Ben Simmons, Joel Embiid e Tobias Harris estão jogando mais do que na temporada passada. Além disso, duas aquisições no mercado de transferência também agregaram bastante ao time: Danny Green, campeão da NBA por três equipes diferentes (San Antonio Spurs, Toronto Raptors e Los Angeles Lakers) e Seth Curry.

Eles são o quinteto titular de Doc Rivers – Dwight Howard também chegou para reforçar o elenco. A engrenagem ainda não é perfeita, há muito o que evoluir, mas Philadelphia 76ers está com uma defesa mais sólida e com uma divisão maior de decisões no ataque. Todos são importantes.

“Você quer fazer bem para seus companheiros em todos os ataques”, afirmou Ben Simmons. “Estamos tentando construir uma cultura correta por aqui. Isso é ser competitivo, movimentar a bola e jogar em equipe”, acrescentou.

Experiente, Danny Green pede calma. Ele sabe que o time vai viver momentos complicados na temporada. “Estamos encontrando o nosso ritmo. Ainda não temos uma identidade exata, ainda estamos sentindo um ao outro. É muito cedo”, avisou.

É uma avaliação correta. Mas Doc Rivers e Philadelphia 76ers caminham para um casamento perfeito.

Tudo o que sabemos sobre:

NBAbasquetePhiladelphia 76ersDoc Rivers

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.