Doc Rivers, um salto de qualidade para os Clippers
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Doc Rivers, um salto de qualidade para os Clippers

Marcius Azevedo

24 de junho de 2013 | 10h51

O Los Angeles Clippers viveu um bom momento da temporada regular, quando ficou 17 partidas invicto no mês de dezembro e começo de janeiro, caiu um pouco de produção, se classificou para os playoffs na quarta colocação e acabou eliminado na primeira rodada pelo Memphis Grizzlies.

O comando da franquia entendeu que o time precisava dar um salto de qualidade para deixar definitivamente de ser o primo pobre de Los Angeles e, depois de demitir o técnico Vinny Del Negro, deu um passo importante para fazer frente os principais times da NBA.

Após um longo período de negociação, os Clippers conseguiram tirar Doc Rivers do Boston Celtics em troca de uma escolha no draft de 2015. A princípio, o treinador vai receber US$ 21 milhões por três temporadas, mas já há uma conversa para assinar um acordo maior, por cinco anos, no valor de US$ 35 milhões.

Tempo de contrato à parte, o que importa é o que representa ter Doc Rivers à beira da quadra. A chegada do técnico, por exemplo, fará o armador Chris Paul, que é agente livre, renovar o contrato com os Clippers. A formação da equipe vai começar pelo jogador, que teve médias de 16,9 pontos, 9,7 assistências e 3,7 rebotes.

O sonho de consumo é o pivô Dwight Howard, que também é agente livre. Mas o negócio dependeria de uma renovação com o Los Angeles Lakers e uma troca entre os times californiano.

Outros jogadores que são especulados para acompanhar Doc Rivers são Paul Pierce e Kevin Garnett, fiéis escudeiro do treinador em Boston, mas, por enquanto, nada feito. Os Clippers querem se reforçar, mas não pretendem abrir mão de todos os seus bons jogadores, como Blake Griffin e DeAndre Jordan, por exemplo.

A verdade é que agora estas decisões estão nas mãos de Doc Rivers, que, com certeza, terá carta branca para moldar o elenco ao seu jeito.

Campeão da NBA na temporada 2007/2008, o treinador, que defendeu os Clippers como jogador em 1991 e 1992, espera obteve o mesmo sucesso em Los Angeles, transformando o então patinho feio e uma equipe de respeito.

Doc Rivers, campeão com o Boston na temporada 2007/2008, agora em Los Angeles

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: