‘É gratificante ver crianças praticando basquete longe do eixo Rio-SP’, diz Daniel Soares
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘É gratificante ver crianças praticando basquete longe do eixo Rio-SP’, diz Daniel Soares

Diretor de operações da NBA para a América Latina participou do Cesta no Estadão nesta quinta-feira

Marcius Azevedo

05 de março de 2020 | 19h07

O Cesta no Estadão desta quinta-feira recebeu Daniel Soares, diretor de operações de basquete da NBA para a América Latina. O ex-jogador falou das diversas ações da liga para ajudar no desenvolvimento da modalidade no Brasil.

Entre os projetos está o NBA Basketball School, que já conta com 105 núcleos em 59 cidades pelo Brasil em pouco mais de um ano do lançamento. “É um projeto que dá muita alegria porque é nacional. Temos uma escola da NBA no Amazonas, uma presença muito forte no Nordeste, no Sul… É gratificante ver crianças praticando basquete tão longe do eixo Rio-São Paulo”, afirmou Daniel Soares.


Daniel Soares participou do Cesta no Estadão. Foto: Reprodução

O diretor falou também no primeiro camp da NBA apenas para meninas, que será realizado nesta sexta, sábado e domingo, em São Paulo, com participação de Hortência e Paula. “Era uma demanda que enxergamos. A resposta foi muita positiva e tenho certeza que faremos mais ações como esta”, avisou.

Daniel Soares explicou ainda como funcionam outros projetos da liga, entre eles o NBA Academy e o Basquete sem Fronteira na América Latina, além de dar o seu palpite sobre quem será o campeão desta temporada na liga americana.

Confira o programa na íntegra:

Cesta no Estadão

Cesta no Estadão recebe Daniel Soares, diretor de operações de basquete da NBA para a América Latina

Publicado por Estadão Esportes em Quinta-feira, 5 de março de 2020

Tudo o que sabemos sobre:

NBAbasquete

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.