As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Equipes tentam perder e se dão mal no basquete colegial

Treinador da Riverdale High School orientou jogadoras a entregar, rival da Smyrna High School copiou e todo mundo foi suspenso

Marcius Azevedo

26 de fevereiro de 2015 | 09h52

As equipes de basquete feminino da Riverdale High School e da Smyrna High School tomaram o noticiário da imprensa esportiva norte-americana.

E o motivo não foi nada nobre.

Na partida ocorrida no último sábado, válida pelo Distrito 7-AAA, os times tentaram perder o jogo deliberadamente, já que uma derrota garantiria um caminho mais fácil na continuidade do torneio, na Região 4AAA .

A ideia (brilhante!!!) partiu, segundo relatos dos envolvidos, do técnico de Riverdale, Cory Barrett. O treinador de Smyrna, Shawn Middleton, logo fez uma leitura rápida da situação e pediu que suas jogadoras fizessem o mesmo.

O resultado em quadra foram inúmeras violações, erros ridículos de arremessos e até uma tentativa (frustrada) de cesta contra.

Confira vídeo de algumas jogadas:

O cenário só se modificou quando o árbitro da partida chamou os dois treinadores para uma conversa. As equipes se dedicar um pouco mais (não muito) e a Smyrna High School venceu por 55 a 29.

A TSSAA (Tennessee Secondary School Athletic Association), responsável pela organização do torneio do Distrito 7-AAA, agiu rápido e puniu os dois colégios com exclusão e multa de US$ 1,5 (mais de R$ 4 mil).

As diretorias dos colégios também não deixaram o episódio passar impune. Cory Barrett e Shawn Middleton foram suspensos até o final do ano escolar 2015-2016, não podendo participar de nenhum programa esportivo em outro colégio, e ainda perderam o pagamento anual de US$ 8.393 (R$ 24 mil).

A lição não deve ser esquecida tão cedo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.