Espanha dá aula de defesa, anula Scola e conquista o Mundial da China
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Espanha dá aula de defesa, anula Scola e conquista o Mundial da China

Principal jogador da Argentina registra pífio desempenho na derrota por 95 a 75

Marcius Azevedo

15 de setembro de 2019 | 10h59

O ataque ganha jogos. A defesa, campeonatos. A Espanha teve uma atuação impressionante defensivamente na final diante da Argentina e conquistou o título do Mundial da China com uma vitória por 95 a 75, neste domingo, em Pequim.

Com um comportamento agressivo e uma leitura antecipada das ações, os espanhóis limitaram muito o desempenho ofensivo dos argentinos, principalmente de Luis Scola.


Ricky Rubio foi o destaque da final. Foto: Fiba

O principal jogador da Argentina, que tinha média de 19,3 pontos na competição, só converteu um arremesso de quadra durante todo o jogo (e apenas no último quarto), terminando com um pífio aproveitamento de 10% (1/10). Foram apenas oito pontos, seis em lances livres.

A Espanha igualou o Brasil ao se tornar bicampeã mundial. Os espanhóis já haviam sido campeões em 2006, no Japão, em uma final diante da Grécia. Os brasileiros conquistaram o título em 1959 e 1963. A Argentina continua com um troféu que faturou em 1950. Os argentinos perderam uma decisão pela segunda vez na história.

Os espanhóis dominaram o jogo do início ao fim, vencendo todos os quatro períodos. A Espanha fez 23 a 14, 20 a 17, 23 a 16 e 29 a 28.

Ricky Rubio foi o destaque da seleção espanhola. O armador do Phoenix Suns anotou 20 pontos, pegou sete rebotes, sendo dois ofensivos, e deu três assistências. Rudy Fernandez, Segio Llull, Marc Gasol e Juancho e Willys Hernangomez também anotaram mais de dez pontos, comprovando o excelente desempenho coletivo no ataque.

O quinteto ideal do Mundial, eleito pela Fiba, foi formado por Ricky Rubio (Espanha), Evan Fournier (França), Bogdan Bogdanovic (Sérvia), Luis Scola (Argentina) e Marc Gasol (Espanha).

Com médias de 16,4 pontos, seis assistências, 4,6 rebotes e 1,4 roubos de bola, Rubio ficou com o prêmio de MVP (melhor jogador) do torneio.

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteRicky Rubio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.