Franca e Paulistano vão decidir o título do Campeonato Paulista masculino
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Franca e Paulistano vão decidir o título do Campeonato Paulista masculino

Equipes superaram os favoritos São Paulo e Bauru, respectivamente, e vão se enfrentar na terça-feira

Marcius Azevedo

07 de novembro de 2020 | 20h17

Franca e Paulistano estão na final do Campeonato Paulista masculino. A decisão acontece em jogo único na terça-feira, no Ginásio Antônio Prado Jr., em São Paulo. É uma reedição de 2018, quando o time do interior foi campeão, e de 2017, com o título da equipe da capital.

Na primeira semifinal, Franca fez um jogo coletivo consistente nos três primeiros períodos, abriu uma vantagem de 20 pontos e, apesar de o São Paulo pressionar no último quarto, o time do técnico Helinho venceu: 100 a 92.


Lucas Dias foi um dos destaques de Franca. Foto: Willian Oliveira/Foto Atleta

Todos os titulares de Franca anotaram pelo menos dez pontos. Lucas Dias foi o cestinha com 24 (6-13 nos arremessos), além de cinco rebotes e duas assistências. André Goés registrou 18 pontos, seis rebotes e oito assistências.

O São Paulo só conseguiu ser efetivo no último período, com boa atuação de Kenny Dawkins. Lucas Mariano também se destacou, terminando com 26 pontos. O pivô converteu impressionantes seis bolas de três pontos em nove tentativas.

Franca se garantiu na decisão pelo terceiro ano consecutivo. O time de Helinho é o atual bicampeão. “É um orgulho muito grande estar em mais uma final, com um time que não era considerado, por muitos, como o favorito. Com muita união, energia, disciplina e comprometimento, fomos crescendo ao longo do torneio e chegamos à decisão”, afirmou o treinador. “Estamos muito felizes, mas não satisfeitos, porque sabemos a força que essa equipe tem e vamos em busca do tricampeonato.”

Na outra semifinal, o favorito Bauru sucumbiu diante do Paulistano. A equipe do técnico Régis Marelli fez uma excelente partida, sem dar nenhuma chance ao rival, e impôs ao time de Léo Figueiró o primeiro revés na competição: 84 a 70. E isso foi suficiente para tirá-lo da briga pelo título.

O destaque do Paulistano foi Vitão. O ala-pivô anotou 27 pontos, com 10 de 14 nos arremessos, além de pegar seis rebotes. Ex-atleta de Léo Figueiró no Botafogo, Cauê Borges contribuiu com 17 pontos. Pelo Bauru, Tyrone Crunell e Alexey Borges anotaram 15 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteFranca Basquetebol ClubePaulistano

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: