As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Há uma certa química em Houston

Marcius Azevedo

22 de outubro de 2013 | 08h57

Os jogos preparatórios na NBA são apenas um esboço do que pode ocorrer ao longo da temporada. É difícil cravar que um time vai dar certo acompanhando apenas suas partidas na preparação, mas o Houston Rockets provou em seu antepenúltimo jogo – ainda enfrenta San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies – que há uma certa química pelos lados do Texas.

No primeiro jogo em que o técnico Kevin McHale pôde escalar o pivô turco Omer Asik ao lado de Dwight Howard, deslocando para atuar na posição 4, o ataque se mostrou eficiente, com boas variações e principalmente com um jogo de garrafão fortíssimo na vitória sobre o Dallas Mavericks por 100 a 95 na segunda-feira.

Jeremy Lin, James Harden e Chandler Parsons, que completam o quinteto titular, também estão se mostrando bastante entrosados. O trio parece escolher quase sempre o momento certo para atacar o aro ou encontrar Howard livre para uma enterrada.

Confira o vídeo da enterrada de Howard com passe de Parsons:

O banco também dá sinais de que será importante ao longo da temporada. Francisco Garcia, Patrick Beverley e Omri Casspi são boas opções para Kevin McHale, além de Donatas Motiejunas e Aaron Brooks. O ritmo da equipe continua forte sem os titulares.

Contra o Dallas Mavericks de Dirk Nowitzki, o destaque foi Dwight Howard. Atuando inicialmente na posição 4 e, em outros momentos, como 5, o pivô terminou o jogo com 15 pontos e 17 rebotes, além de registrar três roubos de bola e um toco. O cestinha do Houston foi James Harden com 19 pontos.

Se tudo o que foi observado em quadra na preparação se tornar realidade na temporada, os Rockets têm vaga garantida nos playoffs, vai brigar pelo título da Conferência Oeste e pode sim desbancar o bicampeão Miami Heat.

Mascote também deu show em Houston. Confira o vídeo:

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteDwight HowardHouston RocketsNBA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.