Incertezas econômicas causadas pela covid-19 fazem Bauru abrir mão de disputar o NBB
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Incertezas econômicas causadas pela covid-19 fazem Bauru abrir mão de disputar o NBB

Marcius Azevedo

15 de abril de 2020 | 14h33

O Bauru decidiu nesta quarta-feira abrir mão da disputa do Novo Basquete Brasil (NBB). Em comunicado publicado em sua página no Facebook, o time informou que esta decisão foi tomada pela diretoria em comum acordo com o elenco e a Liga Nacional de Basquete de maneira cautelosa e responsável.

A equipe explicou que “em função da pandemia e crise causadas pela covid-19 e das incertezas econômicas que a acompanham, a atitude se faz necessária justamente para um foco no planejamento para a próxima temporada.”


Larry Taylor em ação pelo Bauru. Foto: Marcos Limonti/Franca

O NBB está paralisado desde o dia 15 de março e, apesar de inúmeras reuniões, não há um consenso de data para o retorno do campeonato. Bauru estava garantido nos playoffs para enfrentar Mogi das Cruzes após o fim antecipado da temporada regular.

“Todos estão passando por um momento muito difícil tanto do ponto de vista de saúde quanto financeiro. Diante deste cenário, optamos por adotar uma condução proativa, ponderada e responsável. Considerando que a temporada atual está severa e inegavelmente prejudicada, as decisões devem ter a melhor condição possível para o período e, em especial, para a temporada pós pandemia. Assim, o Bauru Basket decide, já alinhado com a direção da LNB, com o elenco e comissão técnica, em não mais aguardar a sequência do NBB”, explicou o presidente André Goda.

Com as atividades suspensas desde 18 de março, o Bauru Basket já havia tomado atitudes para preservar seus atletas e funcionários da covid-19. “A sequência da temporada atual envolve uma série de questões como a evolução do vírus, decisões políticas e de problemas relativos à saúde pública. Na velocidade em que as coisas estão indo, o melhor a se fazer agora é nos preservamos e nos planejarmos para o futuro em segurança e com equilíbrio financeiro”, finaliza Goda.

A atitude do Bauru foi elogiada pelo presidente interino da LNB, Nilo Guimarães. “Precisamos parabenizar Bauru pela responsabilidade com os parceiros e com a cidade, além da honestidade com todos os clubes do NBB, por tomar uma decisão tão difícil como essa. Mais do que tentar buscar soluções para a continuação desta temporada, todos nós já estamos tentando antever os desafios que teremos para o próximo campeonato. Nesse sentido, a diretoria do Bauru Basket tem total direito de trabalhar pelo futuro da equipe”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

basquetenbb novo basquete brasil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: