Jimmy entra na luta contra o coronavírus com doação para jovens de comunidade no Rio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Jimmy entra na luta contra o coronavírus com doação para jovens de comunidade no Rio

Ala, que defendeu Franca na última edição do NBB, colocou à venda lote de bonés para ajudar o projeto Basquete Cruzada

Marcius Azevedo

06 de maio de 2020 | 19h57

O ala Jimmy entrou na luta contra o novo coronavírus e vai doar todo valor da venda de um lote limitado de sua linha de bonés para crianças e adolescentes carentes. O produto está à venda por meio do perfil oficial da marca J18 no Instagram (@storeJ18). Toda a renda será destinada para compra de cestas básicas e kits de limpeza para os atendidos pelo projeto social Basquete Cruzada, que promove esporte, cultura e entretenimento para 150 jovens da comunidade da Cruzada, no Rio.

O projeto tem como principal objetivo reduzir a situação de vulnerabilidade social que os jovens são expostos. O Basquete Cruzada oferece atividades de basquete, jiu-jítsu, muay thai, capoeira e tênis, além de aulas de espanhol, atendimento psicológico e biblioteca comunitária.


Venda de lote de boné da grife de Jimmy será doado. Foto: Divulgação

“A situação dos moradores de áreas carentes é extremamente preocupante, e o cenário se torna ainda mais caótico em meio ao que vem acontecendo. Por isso decidi por abrir mão do lucro da venda do boné e reverter todo o valor para o Basquete Cruzada. Eles fazem um trabalho incrível, e acredito que a comunidade basqueteira vai se mobilizar nessa e em outras ações solidárias”, afirmou Jimmy.

O jogador conhece bem as dificuldades que jovens em projetos sociais de basquete enfrentam na busca por seus sonhos. Foi assim que ele começou na modalidade, em Joinville (SC), e chegou até o profissionalismo. Eleito três vezes consecutivas como melhor defensor do NBB e com passagens pela seleção brasileira, o ala defendeu Franca na última edição do torneio nacional, que foi encerrado na segunda-feira sem um campeão.

Tudo o que sabemos sobre:

basquete

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.