José Neto dá mais uma prova de sabedoria
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

José Neto dá mais uma prova de sabedoria

Técnico tirou Marcelinho e Herrmann do time titular do Flamengo; ganhou o jogo e ainda pode acordar ambos

Marcius Azevedo

04 de fevereiro de 2015 | 14h29

O bom técnico é aquele que sabe o momento de tirar o atleta da zona de conforto em prol do grupo. O técnico José Neto provou mais uma vez que não é o sucessor natural de Rubén Magnano na seleção por acaso.

A partida contra o Minas era importantíssima para o Flamengo se colocar em vantagem sobre o adversário na tabela de classificação do NBB.

O treinador colocou no banco duas peças, até então, consideradas intocáveis: o ídolo Marcelinho Machado e o campeão olímpico e maior contratação da temporada, o argentino Walter Herrmann.

Com os ajustes, o Flamengo ganhou mais intensidade defensiva. Com Benite e Olivinha no quinteto titular, o time pressionou o tempo todo e limitou o Minas a apenas 59 pontos. O ataque fluiu bem – anotou 77 – e o Rubro-Negro pavimentou uma vitória tranquila.

Herrnann (esq.) e Marcelinho começaram o jogo no banco (Gilvan de Souza/Flamengo)

Herrnann (esq.) e Marcelinho começaram o jogo no banco (Gilvan de Souza/Flamengo)

Benite foi inclusive o destaque, com 22 pontos e sete rebotes. Já Marcelinho e Herrmann, que jogaram 17 e 22 minutos, respectivamente, tiveram um desempenho ruim. Ambos pouco produziram e não pontuaram.

O mérito da vitória, neste caso, foi de José Neto.

O treinador, no entanto, prefere colocar o ocorrido no contexto natural do basquete. “Temos uma equipe de qualidade que é possível variar o quinteto inicial”, justificou o técnico, em contato com o blog. “O basquete é dinâmico e permite alterações de acordo com o momento”, completou.

José Neto foi sábio em sua decisão. Resta saber qual será o comportamento de Marcelinho e Herrmann daqui pra frente. Eles foram retirados pelo treinador da zona de conforto. É hora de responder em quadra.

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteFlamengoJosé NetoNBB

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: