NBA começa com quatro brasileiros, uma queda de 33,3%
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

NBA começa com quatro brasileiros, uma queda de 33,3%

Marcius Azevedo

28 de outubro de 2013 | 09h42

A temporada 2012-2013 registrou o recorde de brasileiros na NBA com seis nomes. A de 2013-3014, que começa nesta terça-feira, apresenta uma queda de 33,3%. Fab Melo e Scott Machado foram dispensados por Dallas Mavericks e Utah Jazz, respectivamente, nos últimos dias para que os times definam o grupo de 15 jogadores, e o Brasil terá quatro representantes na maior liga do mundo.

Os brasileiros garantidos são todos pivôs: Tiago Splitter (San Antonio Spurs), Anderson Varejão (Cleveland Cavaliers), Nenê (Washington Wizards) e Vitor Faverani (Boston Celtics).

Apesar de o número ser menor em relação à temporada passada, o momento é um pouco melhor, seja no aspecto individual ou coletivo.

Tiago Splitter, por exemplo, terá oportunidade de iniciar pela primeira vez uma temporada como titular. O pivô assumiu esta condição ao longo da temporada passada e teve o seu melhor desempenho na liga em três anos. Apesar de perder o posto nas finais contra o Miami Heat, quando o técnico Gregg Popovich decidiu mexer na equipe para o quinto jogo em resposta ao movimento de Erik Spoelstra ao colocar Mike Miller, Splitter, que renovou o seu contrato ao final da temporada, será novamente titular.

Além do aspecto individual, o San Antonio Spurs continua entre os favoritos ao título. A franquia do Texas recebeu 6,9% dos votos, assim como o Indiana Pacers, na tradicional pesquisa com os 30 gerentes gerais da NBA, ficando atrás apenas do amplo favorito Miami Heat, que registrou 75,9%.

Anderson Varejão e Nenê, individualmente, terão de lutar para ficar mais tempo dentro de quadra do que fora dela, mas, no coletivo, observaram suas equipes se reforçarem ao final da temporada passada, entrando na briga para voltar aos playoffs.

O Cleveland Cavaliers acrescentou mais experiência ao jovem e talentoso time. O armador Kyrie Irving, estrela da companhia, agora terá Andrew Bynum, Jarrett Jack e Earl Clark ao seu lado, além do próprio Varejão. Sem os problemas de lesão das últimas temporadas, o brasileiro tem tudo para desempenhar um papel importante na equipe.

Nenê ganhou concorrência no garrafão. Às vésperas do início da temporada, o Washington Wizards contratou o pivô Marcin Gortat, ex-Phoenix Suns. O polonês, com certeza, será titular na rotação do técnico Randy Wittman, mas o brasileiro será importante ao sair do banco para dividir os minutos em quadra com o companheiro.

Se entender o novo papel que terá nesta temporada, Nenê pode se destacar individualmente. No aspecto coletivo, o time da capital, que tem uma equipe talentosa, entrou definitivamente na lista de equipes em condições de garantir uma vaga aos playoffs.

Por fim, Vitor Faverani pode pintar como uma surpresa positiva. O pivô, que foi criado no basquete espanhol, agradou ao técnico Brad Stevens nos jogos da pré-temporada e pode virar titular do Boston Celtics se confirmar esta boa impressão no início da temporada.

Individualmente, o brasileiro tem tudo para se destacar, embora, em relação ao coletivo, há certa preocupação. A franquia mais vitoriosa da história da NBA passa por um processo de reformulação depois da saída do técnico Doc Rivers e dos astros Paul Pierce e Kevin Garnett. A vaga para os playoffs já será uma conquista.

Vamos aguardar para ver como será o desempenho dos brasileiros na temporada que começa nesta terça-feira e, se até o final, não teremos mais representantes. Leandrinho ainda almeja arrumar lugar em alguma equipe. Fab Melo e Scott Machado também podem retornar mais pra frente.

Brasil terá quatro representantes na temporada 2013-2014

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: