O incansável Scott Machado
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O incansável Scott Machado

Marcius Azevedo

24 de setembro de 2013 | 15h47

Tudo o que não podemos dizer de Scott Machado é que ele desiste fácil das coisas. O armador, mais uma vez, desafia todos os prognósticos para tentar arrumar uma vaga na próxima temporada da NBA.

Dispensado pelo Golden State Warriors em 23 de julho, logo depois de participar e conquistar o título da Liga de Verão pela equipe, o brasileiro nova-iorquino, que já havia sido preterido pelo Houston Rockets no começo do ano, foi convidado para treinos no Utah Jazz.

O técnico Tyrone Corbin dispõe atualmente de três armadores em diferentes estágios.

A maior esperança está sendo depositada sobre Trey Burke, escolhido pelo Minnesota Timberwolves na 9ª posição no último draft e enviado para Utah em uma troca. É talentoso, mas falta experiência para liderar o time.

Em teremos de bagagem, John Lucas, 30 anos e oito temporadas na NBA no currículo, está em vantagem. Mas os seus números (médias) na última temporada pelo Toronto Raptors não são nada animadores: 5,3 pontos, 1,7 assistência e 1 rebote.

Por fim, há Jerel McNeal, de 26 anos, que entrou na liga sem ter sido draftado. O armador estava na D’League (Liga de Desenvolvimento) até assinar um contrato de experiência de 10 dias com o Utah em 27 de março e, mesmo sem jogar, fechou até o final da temporada.

A chance de Scott Machado, na minha avaliação, é ficar com esta última vaga. Se conseguir, o armador, então, terá de brigar por minutos em quadra.

Confesso que vejo potencial no brasileiro nova-iorquino para continuar na NBA, mas não sei se esta insistência em seguir na maior liga do mundo seja o caminho correto. Scott Machado, com certeza, poderia melhorar, e muito, seu jogo na Europa.

Torço para ele conseguir atingir o seu objetivo.

Scott Machado em ação pelo Golden State Warriors na Liga de Verão

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteNBAScott MachadoUtah Jazz

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: