Paulo Nobre fecha o basquete do Palmeiras
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Paulo Nobre fecha o basquete do Palmeiras

Presidente prioriza o futebol e encerra o time adulto pouco mais de um ano antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Marcius Azevedo

30 de junho de 2015 | 08h01

No momento em que o basquete de São José agonizava, o secretário de esportes de São José dos Campos, José Luís Nunes, se reuniu com o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, para discutir uma possível parceria para salvar os times. Na conversa, Nunes percebeu que o dirigente palmeirense pouco estava interessado no esporte da bola laranja.

São José, que ainda conversou com o São Paulo, resolveu diminuir o investimento, mas se manter ativo. O Palmeiras foi no sentindo contrário e decidiu encerrar o time adulto pouco mais de um ano antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A triste confirmação foi divulgada em nota oficial no site do clube, sem muitos detalhes. “A equipe adulta de basquete da Sociedade Esportiva Palmeiras não participará do Campeonato Paulista e do Novo Basquete Brasil (NBB) nesta temporada. O clube solicitou licença à Federação Paulista de Basquete e à Liga Nacional de Basquete (LNB)”, divulgou o Palmeiras, reforçando que continua nas categorias menores.

Neto era um dos destaques da equipe do Palmeiras (Newton Nogueira/Divulgação)

Neto era um dos destaques da equipe do Palmeiras (Newton Nogueira/Divulgação)


A desistência do Alviverde é um duro golpe. A ameaça se tornou real depois que o clube perdeu o patrocínio da Meltex ao final da última temporada. A empresa foi responsável por salvar o time anos atrás, mas, desta vez, optou por não continuar.

Sem o aporte financeiro da parceira e sem qualquer vontade de buscar novos recursos (o importante para Paulo Nobre, claro, é o futebol), o Palmeiras fez o mais fácil na avaliação do presidente, encerrando o time de basquete e tirando um problema da frente.

Com isso, o plano da Liga Nacional de Basquete (LNB) de atrair ainda mais torcedores aos ginásios sofre um baque. O Palmeiras, que ficou em nono na última edição, sendo eliminado por Franca nas quartas de final, era um dos líderes de público.

A torcida, agora, é para o Palmeiras se reorganizar, Paulo Nobre repensar o que fez e voltar na próxima temporada.

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteNBBPalmeirasPaulo Nobre

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.