As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Petrovic convoca promessas de 17 anos e Georginho, destaque do NBB

Márcio Henrique, de Franca, e Guilherme Santos, de Minas, foram novidades ao lado do armador do São Paulo

Marcius Azevedo

07 de janeiro de 2020 | 13h36

Conforme antecipado pelo blog em novembro, o técnico Aleksandar Petrovic convocou dois destaques da seleção sub-17 para atuar pela primeira vez o time principal. Márcio Henrique, de Franca, e Guilherme Santos, de Minas, foram chamados nesta terça-feira para defender o Brasil contra o Uruguai, no dia 21 de fevereiro, em São José dos Pinhais, Paraná, e 24, em Montevidéu, pelas Eliminatórias da Copa América de 2021.

As duas promessas se destacaram principalmente na conquista do Campeonato Sul-Americano Sub-17 em novembro do ano passado, no Chile, mas já haviam sido observados por Petrovic durante os treinos de preparação para o torneio.


Petrovic convocou 14 jogadores para os jogos da Eliminatórias. Foto: Reprodução

As eliminatórias contam com 16 seleções em quatro grupos com quatro países em cada um. Os três melhores avançam para o torneio. A seleção brasileira está no Grupo B com Paraguai, Uruguai e Panamá. Além dos jogos em fevereiro, o Brasil entra em casa novamente em casa, diante de Panamá e Paraguai, em novembro. Depois joga em fevereiro de 2021, contra os mesmos rivais, como visitante. A Copa América é classificatória para os Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile, em 2023.

Além de Márcio Henrique e Guilherme Santos, Petrovic convocou outros 12 jogadores, com destaque para o armador Georginho, do São Paulo. O jogador registra excelente desempenho no NBB, com médias de 16,3 pontos, 9,5 rebotes e 8,1 assistências.

A lista conta ainda dois atletas que atuam fora do Brasil, o armador Rafael Luz, do Ucam Murcia, da Espanha, e Didi, do Sydney Kings, da Austrália.

Petrovic optou por dar descanso a base que jogou o Campeonato Mundial na China, dando rodagem para jovens que podem aparecer também nas próximas convocatórias, quando o Brasil terá força máxima. A seleção disputa o Pré-Olímpico Mundial em junho, na Croácia.

“Estamos sem jogadores que entrarão na lista do Pré-Olímpico. Exceto Rafa Luz e Didi, os outros atuam no Brasil. São jogadores que podem estar com a seleção nos próximos anos, e é natural que Didi e Rafa Luz estejam. Scott Machado está jogando muito bem na Austrália, é um nome, mas essa janela é perfeita para observar com mais tempo Yago, Rafa Luz e Georginho. Tenho na cabeça situações que podem beneficiar o basquete do Brasil para o futuro. Em maio, vou chamar os veteranos, que já estou em contato, para planificar o Pré-Olímpico. São duas coisas distintas, mas confio muito nessa equipe, que pode perfeitamente jogar em um alto nível”, explicou o treinador.

O Brasil se apresenta no dia 16 de fevereiro, em São José dos Pinhais, onde fará os treinamentos.

ATUALIZAÇÃO: Rafael Hettsheimeir pediu dispensa e Gruber, de Mogi das Cruzes, foi convocado.

OS CONVOCADOS:

Yago Mateus – Paulistano – 1,78m
Rafael Luz – Ucam Murcia -1,88m
Georginho – São Paulo – 1,96m

Alas/Armadores
Cauê Borges – Botafogo – 1,87m
Danilo Fuzaro – Mogi das Cruzes – 1,93m
Guilherme Santos – Minas – 1,97m

Alas
Didi – Sydney Kings – 1,95m
Jhonatan dos Santos – Flamengo – 1,96m

Alas/Pivôs
Du Sommer – Botafogo – 2,05m
Márcio Santos – Franca – 2,02m
Lucas Dias – Franca – 2,07m

Pivôs
Gruber – Mogi das Cruzes – 2,03m
Rafael Mineiro – Flamengo – 2,09m
Dikembe da Silva – Paulistano – 2,06m

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.