As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Plano B, D’Antoni tem tudo para ter sucesso em Los Angeles

Marcius Azevedo

12 de novembro de 2012 | 16h20

O Los Angeles Lakers optou pelo plano B. Após apontar o canhão para Phil Jackson, os donos da franquia californiana confirmaram nesta segunda-feira que o substituto de Mike Brown, demitido na semana passada, será Mike D’Antoni.

No comunicado oficial, Jerry Buss, o pai, e Jim Buss, seu filho, informaram que o ex-técnico de Phoenix Suns e New York Knicks era o preferido desde o início. Nos bastidores, no entanto, corre que Phil Jackson teria pedido mais poder do que Jim gostaria de dar.

Explicações à parte, Phil Jackson era o nome mais capacitado, na minha avaliação, para recolocar os Lakers nos trilhos, mas não vejo D’Antoni com maus olhos.

O auxiliar técnico de Mike Krzyewski, o Coach K, na seleção dos Estados Unidos tem um esquema ofensivo eficiente e simples, mais fácil de se implementar com a temporada em andamento. Era notório que o time com Mike Brown tinha sérios problemas no ataque.

Há ainda outro aspecto, e talvez o mais importante, para que D’Antoni tenha sucesso em Los Angeles. Kobe Bryant é fã do treinador, que pôde ver jogar na Itália quando o armador era criança. “Eu o amo”, disse Kobe por e-mail ao yahoo.com.

Além de Kobe, D’Antoni tem boa relação com o Dwight Howard, que ainda precisa renovar com os Lakers para não ficar livre no final, e é amigo de Steve Nash. Sob o comando do treinador de 61 anos, o armador canadense brilhou pelo Phoenix Suns.

Agora é aguardar para ver o que D’Antoni, que se recupera de uma lesão e ainda aguarda autorização dos médicos para se apresentar ao novo time, fará em Los Angeles. Depois da saída de Mike Brown, os Lakers reagiram, venceram dois jogos consecutivos e dão mostras de que podem confirmar o favoritismo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.