Presidente do Comitê Eleitoral rejeita pedidos de impugnação das chapas na eleição da CBB
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Presidente do Comitê Eleitoral rejeita pedidos de impugnação das chapas na eleição da CBB

Ações da Chapa Transparência e da Chapa Juntos pelo Basquete foram consideradas improcedentes

Marcius Azevedo

26 de janeiro de 2021 | 15h56

A eleição da Confederação Brasileira de Basketball continua movimentada nos bastidores. As duas chapas que se inscreveram para concorrer no pleito do dia 19 de fevereiro entraram com pedido de impugnação, mas ambos foram considerados improcedentes por Marcelo Jucá, presidente do Comitê Eleitoral.

A decisão ainda não é definitiva. Cabe recurso ao Conselho de Administração da CBB, o que precisa ser feito nos próximos três dias. Depois disso o pedido vai para o Conselho de Mediação Arbitral.


Guy e Paula da Chapa Transparência e Enyo, da Chapa Juntos pelo Basquete. Fotos: CBB e Marcello Zambrana/FPB

A Chapa Juntos pelo Basquete, encabeçada pelo presidente da Federação Paulista, Enyo Correia, já havia confirmado ao blog que iria entrar com o pedido de impugnação. A Chapa Transparência, do atual presidente da CBB, Guy Peixoto, e da ex-jogadora Magic Paula, não tinha intenção de seguir o mesmo caminho, mas decidiu dar uma resposta ao opositor.

A decisão de Marcelo Jucá foi publicada no site da CBB. É possível ler

Documento

e

Documento

.

“Ao certo é que o presente Comitê Eleitoral não servirá de abrigo para revanchismo ou oportunismo para nenhuma das partes. A missão deste Comitê é que seja realizada uma eleição de forma transparente e democrática”, escreveu Jucá, nas duas decisões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.