Presidente do São Paulo quer atrair patrocinadores para manter o basquete após título
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Presidente do São Paulo quer atrair patrocinadores para manter o basquete após título

Julio Casares disse que ainda 'tem de colocar dinheiro' e torce por valorização com o time campeão paulista

Marcius Azevedo

01 de novembro de 2021 | 13h38

O título do Campeonato Paulista virou o chamariz para que o São Paulo possa conseguir patrocinadores para manter o time de basquete com o atual orçamento. A afirmação foi do presidente Julio Casares, que participou do programa Bola da Vez, da ESPN.

A equipe do Morumbi tem hoje um custo elevado com o elenco, que conta com jogadores como Marquinhos, Shamell e Bruno Caboclo, e está entre os maiores orçamentos do Novo Basquete Brasil. São aproximadamente R$ 6 milhões por temporada.


Marquinhos em ação pelo São Paulo. Foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net

Casares confirmou que o basquete atualmente não consegue se pagar. Mas espera manter o projeto neste patamar com patrocinadores.

“As outras modalidades sofrem muito mais do que o futebol. Se eu falar que o basquete é superavitário, estaria mentindo. É um orçamento equilibrado para você colocar um dinheiro ainda”, afirmou o presidente, que citou o trabalho que era realizado pelo técnico Claudio Mortari no sentido de montar o elenco. Ele se despediu na semana passada e passou o bastão para o filho, Bruno.

“O que esperamos é que com esta conquista (do Paulista) os patrocinadores possam olhar essa modalidade, que hoje tem participação da televisão, das mídias…”, acrescentou Casares.

Além do título paulista, conquistado com uma vitória sobre Franca, o São Paulo foi vice-campeão do NBB em sua primeira participação completa na temporada 2020-2021. A edição de 2019-2020 foi interrompida por casa da covid-19.

Tudo o que sabemos sobre:

São Paulo Futebol Clubebasquete

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.