Projeto ‘CBB Cuida’ dá mais um passo e leva basquete 3×3 para escolas no Rio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Projeto ‘CBB Cuida’ dá mais um passo e leva basquete 3×3 para escolas no Rio

Entidade busca parceiros privados para ampliar os tentáculos da iniciativa

Marcius Azevedo

08 de novembro de 2019 | 17h45

A Confederação Brasileira de Basketball deu mais um passo no projeto ‘CBB Cuida’ nesta sexta-feira ao levar o basquete 3×3, que estreia como modalidade olímpica em Tóquio-2020, para escolas no Rio de Janeiro.

Ao todo, 20 professores do 7º Conselho Regional de Educação do Município do Rio, que inclui Barra da Tijuca, Recreio e Jacarepaguá com 300 escolas, participaram da iniciativa. Foram aulas teóricas e práticas no Colégio Pio X.


Clínica de 3×3 acontece no Colégio Pio X. FOTO: Divulgação/CBB

A clínica foi ministrada por Francisco Oliveira, gerente de desenvolvimento do basquete 3×3 da CBB, e pelos técnicos Felipe Porto, Elen Rosa e Sérgio Garcia.

“Todo o trabalho feito pela CBB é pensando no futuro, no alto rendimento, na massificação da modalidade. Mas precisamos começar no nosso primeiro cliente, que estão nas escolas. Para isso, precisamos capacitar os professores para que eles ensinem o 3×3”, afirmou Chico.

“Nesse contexto, o ‘CBB Cuida’ e o departamento de 3×3 entram com o know how, ajudando professores e, nesse primeiro momento, desenvolvendo o trabalho com 300 escolas. A ideia é atingir todo o Rio e depois Brasil. E mais tarde, esses alunos que se desenvolverem, irão para outro patamar, jogando em clubes, campeonatos regionais, nacionais e quem sabe na seleção”, completou.

O projeto ‘CBB Cuida’ visa, além da realização de clínicas como a do 3×3, aproximar as seleções brasileiras da sociedade com atividades pontuais em ações sociais e projetos de basquete Brasil afora.

A entidade pretende chancelar projetos ao redor do país com o selo ‘CBB Cuida’ e, para isso, busca parceiros privados para ampliar os tentáculos.

Desde o lançamento do projeto, a CBB recebeu e-mails de mais de 20 projetos no Brasil todo, interessados em visitas da seleção e em receber o selo do ‘CBB Cuida’ nos seus projetos.

Antes da clínica de basquete 3×3 nesta sexta-feira, o técnico da seleção feminina adulta José Neto e as jogadoras Débora Costa e Raphaela Monteiro visitam o Projeto AMAR, em Cascadura, na Zona Norte do Rio, na última terça-feira. Os três bateram bola com os pequenos, deram atenção, contaram um pouco das suas histórias no basquete e aproveitaram para doar oito bolas para o projeto.

Tudo o que sabemos sobre:

CBBbasqueteBasquete 3x3

Tendências: