Promessa de emoção nas quartas do EuroBasket
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Promessa de emoção nas quartas do EuroBasket

Marcius Azevedo

17 de setembro de 2013 | 10h50

O EuroBasket chega às quartas de final com promessa de muita emoção. São sete seleções se digladiando por seis vagas para o Mundial do ano que vem. A Espanha, que continua na disputa pelo tricampeonato – faturou o EuroBasket em 2009 (Polônia)  e 2011 (Lituânia) – já está garantida por ser o país-sede do torneio.

Aliás, os espanhóis, que sofreram três derrotas no torneio – para Eslovênia na primeira fase e para Grécia e Itália na segunda – fazem o primeiro jogo das quartas de final nesta quarta-feira, às 12h30, diante da Sérvia.

Os sérvios ficaram em 1º lugar do Grupo E e, apesar de serem o time mais jovem na competição, tem como destaque o pivô Nenad Krstic, de 30 anos, que defendeu New Jersey Nets (atual Brooklyn Nets), Oklahoma City Thunder e Boston Celtics na NBA. A Espanha, que terminou em 4º da chave F, só não conta com Pau Gasol.

A quarta-feira ainda reserva o encontro entre os donos da casa e os franceses, que perderam um pouco do seu favoritismo com derrotas para Alemanha, Lituânia e Sérvia.

A Eslovênia, segunda do Grupo F, conta com o apoio de sua torcida em Ljubljana para derrubar a França, terceira do E, uma equipe recheada de jogadores da NBA, entre eles Tony Parker, Boris Diaw, Nicolas Batum e Nando de Colo… A partida começa às 16h.

As outras duas partidas das quartas de final serão disputadas na quinta-feira. Líder do Grupo F, a Croácia, que perdeu apenas uma partida no torneio – na estreia diante da Espanha -, enfrenta a Ucrânia, talvez a maior surpresa até aqui, que ficou em quarto na chave E, às 12h45. A esperança croata é Bojan Bogdanovic. Os ucranianos apostam em Sergii Gladyr.

Vice-líder do grupo E, a Lituânia terá jogo duríssimo contra a Itália, que ficou em terceiro no F depois de uma vitória incrível diante da Espanha, quando chegou a estar perdendo por 13 pontos de diferença.

Linas Kleiza, com passagem pela NBA, e Mantas Kalnietis lideram os lituanos. Os italianos contam com o exímio arremessador de três pontos, Marco Belinelli, que tocou o Chicago Bulls pelo San Antonio Spurs, e Luigi Da Tome, que estará na NBA na próxima temporada. Destaque também para Alessandro Gentile. O jogo começa às 16h.

As quatro seleções que avançarem às semifinais estarão garantidas no Mundial, exceção feita aos espanhóis, já classificados. Os eliminados vão decidir o único país que não vai ao torneio.

Vale lembrar que 14 equipes já estão classificadas. Além da Espanha, país-sede, e dos Estados Unidos, campeões olímpicos, México, Porto Rico, Argentina e República Dominicana, Austrália, Nova Zelândia, Angola, Egito, Senegal, Irã, Filipinas, Coreia do Sul carimbaram o passaporte para o Mundial.

Além das seis vagas restantes para a Europa, outros quatro países vão receber convite para então termos um total de 24 participantes. O Brasil, que fez um pífia campanha na Copa América, esperar ser convidado pela Fiba.

Marc Gasol, sem o irmão Pau, tenha conquistar o tri pela Espanha (Armando Babani/EFE)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: