Ruivo, armador do Paulistano, dá exemplo de fair play no NBB; veja o vídeo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ruivo, armador do Paulistano, dá exemplo de fair play no NBB; veja o vídeo

Após arbitragem marcar falta antidesportiva, jogador avisa que escorregou na jogada e não foi atingido por adversário

Marcius Azevedo

06 de janeiro de 2021 | 15h52

O armador Felipe Ruivo, do Paulistano, provou que não é necessário fazer qualquer coisa para vencer. O jogador de 22 anos deu um enorme exemplo de fair play na vitória de sua equipe sobre o Fortaleza Basquete Cearense, pelo Novo Basquete Brasil (NBB).

Ao sofrer uma infração, apontada pela árbitra Andreia Regina como antidesportiva, Ruivo avisou que havia escorregado e que Holloway, o adversário na jogada, não o havia derrubado. A comissão técnica do time cearense já protestava quando o armador do Paulistano pediu calma para reparar o erro da arbitragem.


Ruivo em ação no jogo contra o Fortaleza. Foto: LNB

“O pessoal da comissão do Fortaleza já estava pedindo uma coisa que eu iria fazer. Eu falei para ter calma porque eu iria assumir que escorreguei no suor dele (Holloway). Não foi falta antidesportiva. Joguei com o Holloway e ele nunca faria algo deste tipo comigo nem com ninguém”, afirmou Ruivo.

“Então, quando eu escorreguei e vi que a Andreia (árbitra) havia apitado, eu não hesitei em admitir que não havia sido nada mesmo que aquilo nos pudesse beneficiar de uma maneira muito grande, já que eram dois lances livres e ainda posse de bola. O legal do basquete é ganhar dentro da quadra e foi o que fizemos”, acrescentou.

Ruivo foi o destaque do triunfo por 78 a 73. O armador, que faz uma excelente temporada, terminou o jogo com 21 pontos, 21 pontos, cinco rebotes e cinco assistências. Na temporada, o jogador registra médias de 13,9 pontos, 4,1 assistências e 2,8 rebotes.

Tudo o que sabemos sobre:

nbb novo basquete brasilbasquete

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.