Santo André realiza ‘Encontro Internacional de Basquete Feminino Virtual’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Santo André realiza ‘Encontro Internacional de Basquete Feminino Virtual’

Evento será no dia 7 de junho, com participação de representantes de Brasil, Chile, Argentina e Espanha

Marcius Azevedo

03 de junho de 2020 | 18h18

O Santo André/APABA realiza no próximo domingo, dia 7 de junho, às 14h, o ‘1º Encontro Internacional de Basquete Feminino Virtual’, pelo aplicativo Zoom. Além da equipe brasileira, o evento contará também com representantes do Chile (Universidad Austral), Argentina (Quimsa) e Espanha (Celta Baloncesto e IDK Euskotren), além da árbitra internacional, Andrea Silva.

A técnica do Santo André, Arilza Coraça, exalta esta iniciativa da equipe. “Estou muito feliz com o nosso grupo de trabalho, ou seja, a comissão técnica, visto que trabalha unida e, com isso, temos muitas ideias e daí aparecem as inovações. Desta forma, estamos conseguindo manter a motivação do grupo, porque a Luciane Moscaleski (preparadora física) faz um monitoramento e seguimos treinando e mantendo a preparação para as competições.”

“Acho que é muito importante seguirmos trabalhando para superarmos esse momento difícil, mantendo a esperança num futuro melhor. Neste momento, temos de estar atentos em três aspectos importantes: físico, mental e motivacional”, reforçou.

Citada pela treinadora, Luciane Moscaleski tem feito diversos trabalhos inovadores na equipe. “O Santo André sempre está trabalhando com inovações, seja na simplicidade de cada uma nos treinos adaptados em casa durante a quarentena até trabalhos pioneiros no mundo. Nas últimas semanas, estávamos desenvolvendo várias ações: campanha sobre o uso das máscaras que salvam vidas, exercício físico em casa e com segurança, entre outras ações que visam manter a performance das nossas atletas e também elevar a motivação delas”, explicou.

Cada dia uma experiência nova e novos desafios para a comissão técnica. “Surge então, numa reunião, a ideia de realizarmos um encontro virtual. A nossa assistente técnica, Adriana Amado, por ter passado uma temporada na Argentina fez esse meio de campo, entrando em contato com as equipes que estarão presente. Todos os países aceitaram rapidamente, pois é uma ideia pioneira, inovadora e que de alguma maneira elevou a motivação das atletas, bem como das comissões técnicas”, relatou Luciane.

Com todo esse engajamento da comissão técnica, as atletas do Santo André estão muito mais motivadas. “Posso afirmar isso, pois as atletas são monitoradas semana a semana. Dessa forma, após a aprovação da nossa diretoria de esportes, seguimos juntos com o Chile desenvolvendo esse evento internacional. Ainda estamos trabalhando para que o público possa assistir, caso contrário, iremos encontrar um meio para que esse trabalho seja liberado ao público, ou melhor, para a nossa torcida, que mesmo em quarentena, acompanha todas nossas ações online”, finalizou Luciane.

Tudo o que sabemos sobre:

basquete

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.