São Paulo DC conquista a Copa do Mundo Universitária de basquete 3×3
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

São Paulo DC conquista a Copa do Mundo Universitária de basquete 3×3

Equipe, que conta com dois jogadores da seleção, fez 21 a 10 sobre a Universidad de Chile na decisão

Marcius Azevedo

03 de novembro de 2019 | 14h59

O trabalho realizado pelo São Paulo DC rendeu mais um título. E não foi qualquer conquista. Em parceria com a Unip, o time brasileiro faturou a Copa do Mundo Universitária de basquete 3×3 neste domingo, na Huaqio University, em Xiamen, na China.

A equipe foi formada por William Weihermann, Leonardo Branquinho, Gianluca Campaner e André Ferro  superou com muita facilidade a Universidad de Chile na decisão por 21 a 10. Weihermann e Branquinho são atletas da seleção brasileira sub-23.


São Paulo DC/Unip no lugar mais alto do pódio. Foto: Divulgação/SPDC

Na primeira fase foram três jogos, com duas vitórias: University of Colorado/EUA (18 a 13) e Fu Jen Catholic University/TPE (20 a 10). E uma derrota, justamente para Universidad de Chile por 16 a 13.

Nas quartas de final, o São Paulo DC superou a University of Otago, da Nova Zelândia, por 19 a 18. A vaga na decisão foi conquistada com outra vitória apertada, por 19 a 17, diante da anfitriã, Huaqio University, que é formada pela base da seleção chinesa campeã mundial sub-23.

“Sensação incrível, estivemos fechados do início ao fim e jogamos como uma família, com alegria. Treinamos o ano inteiro sempre com o objetivo de entrar nos campeonatos e buscar o título”, comemorou Ferro.

“A conquista foi merecida para o time que melhor se preparou para estar aqui. Nos focamos em dar o melhor de nós e isso seria suficiente para sair daqui com a dourada. Sensação é de dever cumprido, orgulho que não cabe no peito do meu time que veio aqui e deu tudo por mim e eu por eles. Estou orgulhoso da nossa conquista”, acrescentou Weihermann.

Manager do São Paulo DC, Gustavo Bracco, comemorou bastante o resultado. “Fico muito emocionado em saber que o processo funcionou porque o objetivo maior deste ano foi conquistado. Tenho que dar todos os créditos aos jogadores que apostaram no projeto e demonstram estar preparados para enfrentar maiores desafios”, afirmou.

“Sabemos o quão é difícil porque hoje a modalidade já é praticada em alto nível em quase todo o mundo e nós estamos no caminho para jogar em igualdade contra as grandes forças”, encerrou.

Tudo o que sabemos sobre:

Basquete 3x3basqueteSão Paulo DC

Tendências: