As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sem estrela, Varejão e o Cleveland terão mês difícil

Marcius Azevedo

20 de novembro de 2012 | 08h51

É inquestionável o desempenho de Anderson Varejão neste início de temporada da NBA. O brasileiro apresenta os seus melhores números – médias de 14,3 pontos, 13,1 rebotes e 3,3 assistências – desde que entrou na principal liga do mundo há oito anos.

O mesmo não podemos dizer do Cleveland Cavaliers, time do pivô. A equipe, mais uma vez, dá mostras de que terá um papel modesto na temporada, com apenas duas vitórias em oito partidas.

E o próximo mês será ainda mais difícil para Varejão e companhia. Os Cavs perderam o seu principal jogador, o armador Kryrie Irving, número 1 do Draft de 2011, com uma lesão.

Com média de 22,9 pontos e 5,6 assistências, Irving sofreu uma fratura no dedo indicador na mão esquerda. O problema surgiu no primeiro quarto da partida contra o Dallas Mavericks, no dia 17 de novembro, mas o exame de Raio-x não apontou lesão e ele jogou até o fim.

O armador entrou em quadra ainda para enfrentar o Philadelphia 76ers no domingo e teve uma péssima atuação, anotando apenas nove pontos. Resultado: após uma ressonância magnética na segunda-feira ficou constatado o problema médico.

Irving vai ficar com o dedo imobilizado por duas semanas, quando será reavaliado. Os médicos do Cleveland, no entanto, avaliam que o armador não volta antes de um mês.

Se esse prognóstico se confirmar, os Cavs não terá seu principal jogador por pelo menos 15 jogos. Anderson Varejão, com certeza, deve ampliar os seus números neste período, até porque terá minimizar o desfalque, mas, com certeza, o Cleveland continuará sendo um saco de pancada na NBA.

Confira vídeos com 10 jogadas espetaculares de Kryrie Irving:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.