Sistema de votação exclui pivôs do All-Star Game
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sistema de votação exclui pivôs do All-Star Game

Marcius Azevedo

24 de janeiro de 2014 | 09h16

A NBA divulgou os titulares do All-Star Game, que acontece no dia 16 de fevereiro, na New Orleans Arena, casa dos Pelicans. O novo sistema de votação, claro, confirmou algo esperado e os dois times (Leste e Oeste) não terão um pivô clássico (o center).

O comando da maior liga de basquete do mundo decidiu que para o evento de 2014 os fãs teriam apenas duas opções para votar: backcourt (destinada aos armadores) e frontcourt (alas e pivôs).

Do lado Leste, o pivô que ficou mais próximo de entrar no quinteto titular foi o jamaicano Roy Hibbert, do Indiana Pacers, que recebeu 524.809 votos. Ele perdeu disputa (nada justa, diga-se de passagem) para LeBron James (1,416,419), astro do Miami Heat, Paul George (1,211,318), companheiro de Hibbert em Indianápolis, e Carmelo Anthony (935,702), estrela do New York Knicks, na votação na posição frontcourt.

Na backcourt, os escolhidos foram Dwyane Wade (929,542), do Miami Heat, e Kyrie Irving (860,221), do Cleveland Cavaliers, foram os escolhidos para cuidar da armação do time do Leste.

A seleção do Oeste não ficou tão desequilibrada, mas também não contará com um pivô (center) na formação inicial. Dwight Howard, do Houston Rockets, com 653,318 votos, e LaMarcus Aldridge, do Portland Trail Blazers, com 609,172, foram os pivôs que ficaram mais próximos da vaga de titular.

No entanto, diferentemente do que ocorreu no Leste, dois jogadores que entraram pela votação de frontcourt, tem totais condições de ocupar o lugar de pivô. São eles: Blake Griffin (688,466), do Los Angeles Clippers, e Kevin Love (661,246), do Minnesota Timberwolves.

Segundo mais votado no geral, Kevin Durant (1,396,294), do Oklahoma City Thunder, também ganhou sua vaga de titular pela votação de frontcourt. A dupla de armadores será formada por Stephen Curry (1,047,281), do Golden State Warriors, e Kobe Bryant (988,884), do Los Angeles Lakers.

Claro que, até lá, há chance de acontecerem mudanças. Kobe, por exemplo, pode renunciar. O astro dos Lakers chegou a pedir para os fãs não votarem mais nele, mas, apesar de seus números caírem em relação às parciais anteriores, ele ficou com uma das vagas de backcourt.

A ausência de pivôs também será corrigida pelos treinadores. No Leste, Frank Vogel, do Indiana Pacers, será o comandante. A NBA ainda não confirmou quem será o técnico do Oeste.

Os quintetos titulares estão definidos para o All-Star Game

Tudo o que sabemos sobre:

All-Star GamebasqueteNBA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: