Técnico da equipe sub-13 do Santo André dá exemplo de fair play
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Técnico da equipe sub-13 do Santo André dá exemplo de fair play

Angelo 'isola' do jogo um de seus jogadores para não ficar com vantagem numérica contra o Círculo Militar

Marcius Azevedo

09 de outubro de 2019 | 17h18

O técnico Angelo Novais Silva, da equipe sub-13 do APABA/Santo André, deu um enorme exemplo de fair play no jogo com o Círculo Militar, pelo segundo turno do Campeonato Paulista da Grande São Paulo, no último domingo, no ginásio Presidente Medici.

Restando apenas quatro minutos para o fim da partida, o Círculo Militar teve de ficar com quatro jogadores em quadra pelo excesso de faltas individuais e sem ter mais opções no banco.


Angelo ‘isola’ atleta para não ter vantagem em quadra Foto: Círculo Militar/Divulgação

Era uma oportunidade para virar o placar – perdia por apenas cinco pontos -, mas Angelo abriu mão da superioridade numérica e, como não poderia retirar da equipe um dos seus atletas (não é permitido pela regra), pediu para Artur Lonhnhoff Garre ficar ao seu lado no restante do jogo.

Com quatro jogadores de cada lado, o Círculo Militar confirmou sua vitória por 61 a 56. Após o fim do jogo, o técnico da equipe vencedora, Tacito Pinto Filho, foi abraçar Angelo e elogiá-lo pela postura adotada na parte final da partida.

“São atitudes como esta que demonstram caráter e ética do profissional, mostrando que o esporte tem valores muito mais importantes do que a vitória a qualquer preço”, afirmou Tacito.

Tudo o que sabemos sobre:

basquete

Tendências: