Tetracampeã brasileira de basquete, Geisa Oliveira morre aos 42 anos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tetracampeã brasileira de basquete, Geisa Oliveira morre aos 42 anos

Pivô conquistou dois títulos por Americana, um pelo Vasco e outro por Ourinhos

Marcius Azevedo

17 de setembro de 2021 | 14h48

O basquete está de luto. Dona de quatro títulos brasileiros, Geisa Oliveira, pivô com passagem pela seleção, morreu nesta sexta-feira, aos 42 anos. A Liga de Basquete Feminino informou em nota oficial que ela sofreu uma parada cardiorrespiratória em Campinas, onde morava.

“Vai fazer muita falta. Tive a oportunidade de trabalhar com ela como jogadora em Americana e como representante na LBF. Uma pessoa do bem que nos deixa. Meus sentimentos à família”, afirmou o presidente da LBF, Ricardo Molina.


Geisa conquistou quatro títulos brasileiros e atuou pela seleção. Foto: Acervo/LBF

A ex-jogadora, que estava grávida, atuou em apenas uma edição da LBF, em 2013, por São José dos Campos, mas conquistou quatro títulos nacionais antes do início da liga em 2010. Geisa foi campeã em 1997 e 2003 por Americana, em 2001 pelo Vasco e 2006 por Ourinhos.

A pivô de 1,89m também atuou pela seleção brasileira. Por anos, atuou no basquete europeu, com passagens pela Espanha, Itália e Hungria. Retornou ao país em 2012 e disputou a LBF no ano seguinte por São José dos Campos, entrando em quadra em 10 jogos da equipe semifinalista, que contava no elenco com nomes como Ariadna, Nadia, Patty e Tati Pacheco.

Após a aposentadoria, Geisa continuou atuando em campeonatos master e universitários, tendo sido campeã dos Jogos Universitários Brasileiros em 2017 pela equipe da Unip-SP, comandada pelo técnico Borracha (hoje no Vera Cruz Campinas) e ao lado de atletas da LBF como Cacá, Mariana Dias, Aruzha, Lays e Aline Moura.

Na LBF 2019, atuou como representante oficial da liga em jogos nas cidades de Campinas, Itu e Sorocaba.

Tudo o que sabemos sobre:

basquete

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.