Uberlândia se muda para Salvador e continua no NBB
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uberlândia se muda para Salvador e continua no NBB

Liga Nacional de Basquete confirma ainda participação do Caxias e manutenção do rebaixado Liga Sorocabana

Marcius Azevedo

28 Agosto 2015 | 13h06

A Liga Nacional de Basquete confirmou nesta sexta-feira que 16 equipes vão disputar o NBB8. Depois de desistir do torneio, Unitri/Uberlândia recebeu autorização para mudar de endereço, agora representa Salvador e foi confirmado na competição que começa em outubro.

A vaga havia sido oferecida ao Sport Recife durante o processo, mas, ao que tudo indica, os pernambucanos não conseguiram oferecer garantias financeiras necessárias. O agora Universo/Salvador será o primeiro representante baiano no NBB e o segundo do Nordeste. O Solar Cearense é o outro.

“Essa mudança tem um significado duplamente positivo. Primeiro porque se trata de um time sócio fundador da LNB e que conseguirá se manter na competição mesmo com a crise financeira no país. Em segundo lugar teremos a abertura de um novo mercado em Salvador, terceira maior capital do nosso país. Mesmo sem um time de basquete, Salvador é sempre uma cidade com uma imensa audiência. Isso sem falar que agora teremos duas equipes no Nordeste”, comemorou o presidente da LNB, Cássio Roque.

Uberlândia se muda para Salvador para continuar no NBB (Divulgação)

Uberlândia se muda para Salvador e joga o NBB8 (Divulgação)

A outra novidade da temporada 2014/2015 será Caixas. Campeão da Liga Ouro 2014, a segunda divisão do basquete nacional, a equipe gaúcha teve sua participação na elite do basquete nacional assegurada. A equipe apresentou garantidas mínimas há duas semanas, mas depois pediu um período para avaliar a participação e agora confirmou presença no NBB8.

Com isso, o Rio Grande do Sul terá novamente um representante depois de seis anos. A única equipe a disputar a competição foi o Bira/Lajeado na temporada 2008/2009. “O Estado tem uma tradição imensa na modalidade e muitos atletas que hoje disputam o NBB são nascidos e criados por lá. Além disso, a entrada do Caxias valoriza ainda mais a Liga Ouro, já que pelo segundo ano seguido o campeão da Divisão de Acesso seguirá para a elite do basquete brasileiro”, disse o diretor técnico da LNB, Vítor Jacob.

A LNB também oficializou uma situação que já havia sido decidida há algum tempo. Rebaixada na última temporada, a Liga Sorocabana herdou a vaga do Palmeiras, que abriu mão de disputar o NBB8.

As outras 13 equipes são as mesmas que participaram do NBB7: Solar Cearense (CE), Paschoalotto/Bauru (SP), UniCEUB/BRB/Brasília (DF), Flamengo (RJ), Franca Basquete (SP), Winner/Limeira (SP), Macaé Basquete (RJ), Minas Tênis Clube (MG), Mogi das Cruzes/Helbor (SP), Paulistano/Unimed (SP), Pinheiros (SP), Rio Claro Basquete (SP) e São José Basketball (SP).

Mais conteúdo sobre:

basqueteCaxiasNBBUniverso/Salvador