Wilt Chamberlain é homenageado com selo nos EUA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Wilt Chamberlain é homenageado com selo nos EUA

Lendário pivô, único jogador a anotar 100 pontos em uma partida da NBA, é o primeiro atleta a ser eternizado desta maneira

Marcius Azevedo

05 de dezembro de 2014 | 11h45

Único jogador na história a anotar 100 pontos em uma partida da NBA, o pivô Wilt Chamberlain, que morreu em 12 outubro de 1999, aos 63 anos, se tornou o primeiro atleta da liga norte-americana de basquete a ser homenageado com um selo nos Estados Unidos.

Os selos foram desenhadas por Kadir Nelson. O artista registrou o lendário jogador em dois momentos: pelo Philadelphia Warriors (depois, 76ers), equipe pela qual conquistou o título da NBA em 1967, e pelo Los Angeles Lakers, com quem repetiu o feito (e foi o MVP das finais) em 1972.

A homenagem chega com mais de dois anos de atraso. A princípio, os selos seriam lançados em 2012, ano da comemoração de 50 anos da façanha de Chamberlain. No dia 2 de março de 1962, o pivô anotou 100 pontos na vitória do Philadelphia sobre o New York Knicks por 169 a 147.

Ao todo serão 50 milhões de selos. Além da foto do jogador, as peças trazem “Wilt” em letras maiúsculas. Kadir revelou que sofreu para conseguir ajustar as proporções do jogador – tinha 2,16m – ao tamanho padrão dos selos e, por isso, o de Wilt Chamberlain tem dois centímetros a mais em seu comprimento.

Na NBA, além de dois títulos, o pivô anotou 31.419 pontos (média de 30,1 pontos por jogo), pegou 23.924 rebotes e deu 4.643 assistências.

Ao todo serão 50 milhões de selos de Wilt Chamberlain

Ao todo serão 50 milhões de selos de Wilt Chamberlain

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteNBAWilt Chamberlain

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.