As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Wizards caminham para deixar posto de pior time da NBA

Marcius Azevedo

15 de janeiro de 2013 | 10h48

O Washington Wizards não vai brigar para ir aos playoffs. Mas pelo menos não deve mais fazer tão feio na temporada da NBA. A equipe do brasileiro Nenê esboçou uma reação e, com certeza, tem tudo para deixar o posto de pior time da liga em breve.

Na rodada de segunda-feira, o time da capital norte-americana venceu o terceiro jogo consecutivo e agora tem uma campanha de sete vitórias e 28 derrotas. Cleveland Cavaliers (9 vitórias e 31 derrotas) e New Orleans Hornets (11 vitórias e 26 derrotas) são os outros times com campanha ruim.

A última vítima foi o Orlando Magic. E foi um massacre no Verizon Center, em Washington. Com boa atuação do pivô Emeka Okafor, que anotou 19 pontos e amealhou 11 rebotes, os Wizards venceram por 120 a 91.

As outras duas vitórias não foram sobre rivais fracos. Pelo contrário. O Washington venceu o Atlanta Hawks por 93 a 83 (21 vitórias e 16 derrotas), sexto colocado na Conferência Leste, e o poderoso Oklahoma City Thunder (30 vitórias e 8 derrotas), líder Conferência Oeste, por 101 a 99.

O crescimento dos Wizards se deve principal ao retorno de sua estrela, o armador John Wall. Primeira escolha do draft (lotaria dos novatos) em 2010, ele entrou em quadra nos últimos dois jogos depois de um longo período de recuperação por causa de uma lesão no joelho esquerdo.

“A rapidez com que estamos jogando agora é por causa dele. O John é muito veloz”, afirmou Bradley Beal, que anotou 17 pontos contra o Orlando Magic.

John Wall atuou exatos 19 minutos e 49 segundos, anotando 12 pontos e distribuindo seis assistências. Na partida anterior, contra o Atlanta Hawks, quando voltou ao time, o armador anotou 14 pontos e deu quatro assistências, em exatos 20 minutos e 54 segundos.

A tendência é que o técnico Randy Wittman vá aumentando o tempo em quadra de sua estrela aos poucos até reconduzi-lo ao time titular. Mas com Wall, com certeza, o Washington tem tudo para deixar de ser o pior time da NBA.

Confira os melhores momentos da vitória do Washington sobre o Orlando:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.