As feras não querem saber de descanso
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

As feras não querem saber de descanso

Astros e estrelas do presente e do passado fazem turnê pela Ásia durante o período de férias

Mateus Silva Alves

05 de dezembro de 2014 | 23h33

O que os principais tenistas do mundo fazem quando estão de férias? Jogam tênis, ora bolas. Ao invés de mergulhar em algum oceano azulzinho ou curtir o sossego de um chalé de montanha, muitos atletas passam seu tempo de “ócio” de raquete em punho em alguma quadra do mundo. É por isso que foi criada a International Premier Tennis League, um evento que mistura jogadores da atualidade e de épocas passadas em quatro cidades da Ásia.

Neste sábado terá início a terceira etapa do evento, desta vez na cidade indiana de Nova Délhi (as primeiras foram nas Filipinas e em Cingapura e a última será em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos). A expectativa é grande porque na Índia entrarão em ação as duas maiores estrelas da IPTL, Roger Federer e Nova Djokovic. Nas duas etapas anteriores, entraram em quadra astros e estrelas como Andy Murray, Jo-Wilfried Tsonga, Serena Williams, Maria Sharapova, Gael Monfils, Andre Agassi, Patrick Rafter e por aí vai. O Brasil está representado por Bruno Soares.

A “competição” consiste na disputa entre quatro equipes, cada uma delas formada por jogadores e jogadoras da atualidade e por pelo menos um veterano. Cada confronto tem um jogo masculino de simples, um feminino de simples, um de duplas masculinas, um de duplas mistas e um entre veteranos. E cada uma dessas partidas dura apenas um set, com inovações como a disputa por tempo em caso de empate em seis games (os tenistas jogam por cinco minutos e leva a melhor quem fizer mais pontos nesse tempo).

Evidentemente, ninguém está dando muita bola para qual equipe vai vencer o evento, pois o que interessa mesmo é ver as feras em ação. E não falta gente interessada nisso, como era fácil prever. Nas duas primeiras etapas, os ginásios estiveram sempre lotados, o que certamente voltará a acontecer nas duas últimas.  O canal ESPN + tem transmitido os jogos, que na Índia ocorrerão sempre às 8h30 e ao meio-dia (horário de Brasília). Vale a pena dar uma olhada, especialmente nos jogos dos veteranos – afinal de contas, recordar é viver.

P. s. maldoso: os tenistas vivem se queixando do calendário, dizendo que ele é puxado demais, com jogos demais, e que não há tempo suficiente para descanso e preparação. Mas, em uma época em que poderiam estar descansando, muitos deles preferem viajar pela Ásia para exibir seu talento em troca de um (bom) punhado de dólares. Ou alguém acha que Federer e Djokovic vão se enfrentar na segunda-feira apenas para ajudar a popularizar o tênis na Índia? Por isso, quando você ouvir algum figurão do circuito se queixando do calendário, não precisa ficar com pena…

 

Serena Williams, Bruno Soares, Andre Agassi, Patrick Rafter e Lleyton Hewitt estão em um dos times

Serena, Bruno Soares, Andre Agassi, Patrick Rafter e Lleyton Hewitt estão em um dos times

 

Tudo o que sabemos sobre:

Ásiaiptlnovak djokovicroger federer

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.