As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

7 destaques das 7 primeiras rodadas do Brasileirão

Milton Mendes, técnico do Atlético Paranaense, encabeça a lista feita pelo blog, que ainda destaca o homem da marcação do Palmeiras, Gabriel.

Maurício Capela

16 de junho de 2015 | 15h32

Diz o ditado popular que o número sete, sim o sete, retrata fielmente a conta de um mentiroso. Mas há quem afirme categoricamente que o sete também pode ser considerado o mais perfeito número.

Então, como o Campeonato Brasileiro finalizou a sétima rodada e sete técnicos também já foram desligados de suas respectivas agremiações, adicionemos outro sete à reflexão. Para o blog, esses são os sete destaques do torneio até agora.

Pela campanha do Atlético Paranaense, o atual treinador Milton Mendes merece a primeira colocação. Depois de vencer a segunda divisão do Campeonato Paulista com a Ferroviária neste ano, o técnico desembarcou no “Furacão” com o claro objetivo de, primeiro, tirá-lo da segunda divisão estadual, o que conseguiu. Agora, ocupa a confortável segunda posição na tabela do certame.

A Ponte Preta é outra que, pelo conjunto da obra, alcança o posto de vice-líder entre os destaques. O comprometimento dos jogadores, a boa estratégia de Guto Ferreira e o equilíbrio entre defesa e ataque transformaram a “Macaca” em um time competitivo.

Gabriel, o homem da marcação do Palmeiras, também pode se sentir à vontade nesse terceiro lugar. Fundamental no esquema do jogo do time, Gabriel ainda pode bater no peito e dizer que é o jogador que mais desarma na Série A, segundo o Footstats.

O Atlético Mineiro poderia figurar em um lugar mais alto neste momento, mas a queda nos últimos jogos tirou o brilho do melhor ataque da competição. Foram até agora 16 gols, o que dá uma média superior a dois tentos por partida.

Já Gilson Kleina parece ter acertado a mão no Avaí. Questionado nos últimos tempos, o técnico comanda uma equipe que hoje está cinco pontos longe do líder e quatro distante da zona de rebaixamento.

O Sport também pode comemorar o bom inicio de competição. No G-4, o “Leão da Ilha” sonha com voos mais altos em 2015, mantendo o equilíbrio entre defesa e ataque.

E por fim, o último destaque, o de honra, o de merecida honra vai para Milton Cruz. Mesmo sem nunca ter desejado ocupar o posto de treinador, Cruz manteve o São Paulo no alto da tabela e entregou um time consistente a Juan Carlos Osorio, que tem tudo para figurar na próxima lista de destaques.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.