As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Corinthians e Flamengo fazem a primeira decisão do Campeonato Brasileiro

A diferença de pontos entre os dois é enorme, 12 a favor do Corinthians. Mas uma derrota vai dar uma injeção de ânimo no melhor rival que o clube paulista terá pela frente na competição deste ano.

Maurício Capela

28 de julho de 2017 | 18h04

A tabela do Campeonato Brasileiro até joga contra alguns argumentos. Afinal, do ponto de vista matemático, há um longo caminho de pontos entre o líder da competição nacional, o Corinthians, e o quarto colocado, o Flamengo. Um caminho de quatro rodadas ou 12 pontos.

Mas neste momento o campeonato não se resume a matemática. Extrapola. Como há ainda 21 jogos pela frente, excluindo a rodada deste fim de semana, a questão central não encontra sustentação para ficar na simples somatória de pontos. Vai além. E nesse além, lida diretamente com um ponto fundamental na disputa de qualquer campeonato de pontos corridos: a confiança.

Antes de a bola rolar, Palmeiras, Atlético Mineiro e Flamengo eram apontados como os grandes favoritos ao caneco, principalmente porque haviam investido muito dinheiro e tinham numerosos elencos à disposição.

Só que a bola rolou… Mas não rolou para todos. A do Atlético Mineiro, por exemplo, passa a sensação de que ainda nem se deu o trabalho de ser chutada,  enquanto que a do Palmeiras se comporta como um carro prestes a pegar no tranco.

O fato é que com a ausência dos naturais protagonistas na competição, quem encarou o campeonato compenetrado logo de cara foi o Corinthians. E o Grêmio também.

Só que tem um detalhe. O Flamengo, um dos três do óbvio trio favorito, demorou, é verdade, para entrar na competição. Mas entrou. E mais. Entrou de vez, porque praticamente não vendeu ninguém e contratou. E por sinal, contratou bem demais.

Em outras palavras, acaso o Flamengo vença o Corinthians no próximo domingo, o campeonato poderá ganhar outro sabor no segundo turno. Primeiro, porque a diferença, apesar de grande, cairia para 9 pontos. Depois, porque o Flamengo jogará no segundo turno, em casa, contra o Corinthians. E por fim, porque há ainda uma montanha de pontos pela frente. E para abocanhar esse monte de pontos, o Corinthians vai precisar lidar com um elenco para lá de enxuto, ao passo que o Flamengo tem opção para todos os gostos e tipos.

Hoje, parece um absurdo insinuar que essa diferença de pontos favoráveis ao Corinthians diminua substancialmente. Mas ao fim do campeonato será justamente essa partida que ou vai garantir o caneco do Corinthians ou vai trazer para briga o melhor adversário do Timão, o Flamengo. Trocando em miúdos, essa é a primeira final do Campeonato Brasileiro de 2017.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.