As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O jogo da rodada!

Rivalidade entre Corinthians e Internacional, construída no fim dos anos 70, apimenta ainda mais o jogo, que no confronto do primeiro turno teve a polêmica do "#poenodvd".

Maurício Capela

15 de setembro de 2015 | 15h49

Em campo, dois “Sport Club”. No campo, dois gigantes do futebol brasileiro. Em campo, algumas lembranças que só apimentam ainda mais o principal jogo desta rodada do campeonato nacional.

O líder Sport Club Corinthians Paulista vai até Porto Alegre, a capital dos gaúchos, encarar o Sport Club Internacional, nono colocado no certame verde-amarelo. Independentemente de desfalques, desarranjos e momentos, o jogo desta quarta-feira promete… E muito!

Desde que o Internacional venceu o Corinthians naquela final do Brasileiro de 1976, o que fez do Inter bicampeão nacional e o Corinthians ficou com a dor por mais um ano sem títulos, a rivalidade somente aumentou.

Ao ponto de desembarcar no fatídico jogo de 2005, em uma competição já disputada no sistema de pontos corridos, onde um pênalti deveria ter sido assinalado para o Inter no confronto diante dos paulistas, e não o foi. Sem contar, claro, os jogos anulados por conta da manipulação de partidas naquele campeonato.

Mas o Brasileiro deste ano reavivou a rivalidade… No jogo do primeiro turno, após a vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, o telão da Arena Corinthians estampou os dizeres “#poenodvd”.

A provocação, claro, tinha endereço: o rival daquela partida. E os dizeres também tinham alvo: lembravam do famoso dvd feito pelo Internacional com erros de arbitragem que supostamente teriam favorecido o Corinthians na Copa do Brasil de 2009. Competição vencida pelos paulistas em uma final com os gaúchos.

Agora, o jogo de volta do Brasileiro deste ano poderá apimentar a disputa pelo topo da tabela. Porque em caso de derrota, o Corinthians poderá perder a gordura em relação aos rivais na luta pelo caneco. Em um momento na tabela não muito favorável ao clube paulista, quando se olha para as estatísticas do confronte seguinte.

Sim, o momento na tabela não é favorável ao Corinthians, porque na rodada seguinte, o clube terá um clássico paulista pela frente. Vai pegar o Santos. E o Corinthians ainda não bateu seus rivais do Estado de São Paulo em 2015.

O Inter, além do bom futebol apresentando nos últimos jogos, também tem lá no que se agarrar quando o assunto é retrospecto. Desde que Argel Fucks desembarcou como técnico do Inter, o clube registrou cinco vitórias em casa. Uma nuance bem agradável em um jogo que reúne duas grandes forças da bola do País.

Tudo o que sabemos sobre:

CorinthiansInternacionalTemporada 2015

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: