As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PSG em busca de afirmação!

Bolinha do sorteio "entra em campo" e novamente coloca o Manchester City diante do Barcelona, um adversário nada desejado na Liga dos Campeões da Europa.

Maurício Capela

15 de dezembro de 2014 | 15h18

Coadjuvante… Está aí um papel que a bolinha de sorteio anda cansada de fazer. Entra competição e sai competição, lá está ela, pronta para roubar a cena, para ganhar os holofotes e virar o centro das atenções. Mas ela própria sabe que isso nem sempre é possível. Só que nesta segunda-feira foi!

Para sair do anonimato, a bolinha não escolheu qualquer competição não! E tratou de dar as caras logo nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa, causando um alvoroço daqueles.

Das oito partidas, três delas já aconteceram na última edição da Liga. A saber: Real Madrid e os alemães do Schalke 04, Barcelona e Manchester City, além de PSG e Chelsea. Esses dois últimos jogos então prometem… Prometem muito!

Os catalães são favoritos diante do clube inglês, mas o Chelsea não! O Barcelona está um passo à frente do City, porque o clube inglês é o que apresenta maior dificuldade para avançar na principal competição europeia, desde que ganhou uma injeção de petrodólares do mundo árabe.

Mesmo com um bom time e um bom treinador, o chileno Manuel Pellegrini, os eternos rivais do Manchester United não conseguem passar o peso individual de cada um de seus bons jogadores para sua camisa. E o enredo tem sido um só: classificações sofridas na fase de grupos da Liga dos Campeões e adversários complicados no mata-mata.

O fato é que das 16 forças europeias nas oitavas, há quatro candidatas ao título de melhor do Velho do Continente. São eles, Chelsea, Bayern de Munique, Barcelona e Real Madrid.

Há também um segundo grupo, formado principalmente pela Juventus, PSG, Manchester City e Arsenal. E desse segundo pelotão, não há dúvida, o PSG está dois passos adiante.

O clube francês é outro desses times que ganharam um bela injeção de ânimo, ou seja, petrodólares do mundo árabe. Mas o PSG diferente do City tem dado sinais de que logo deixará o pelotão inferior para brigar em boa condição com os quatros gigantes europeus.

A tal transição do peso individual de cada um de seus bons jogadores em direção à camisa tem acontecido, ainda que lentamente. O PSG, hoje, não pode ser encarado como completo azarão diante do Chelsea. Em outras palavras, uma classificação é algo real!

Já as outras duas agremiações do pelotão de elite europeu não deverão suar muito a camisa não!O Real Madrid não deverá encontrar dificuldades para passar pelos alemães. E o Bayern de Munique também deverá eliminar o ucraniano Shakhtar Donetsk, que tem um forte sotaque português, português do Brasil.

Mas enquanto isso, a bolinha que já realizou o sonho de ganhar os holofotes, agora vai descansar… Ela promete entrar em campo de novo somente em março do ano que vem, quando novamente vai tentar roubar a cena no sorteio das quartas-de-final do torneio, marcado para 20 de março!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.