As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Copa do Mundo 2014. Holanda 2 x 1 México. Quis se defender, perdeu

Luiz Zanin Oricchio

29 de junho de 2014 | 15h10

 

O México costuma dizer: jugamos como nunca, perdimos como siempre. Foi o que aconteceu. Mas por erros crassos.

Jogou melhor do que a Holanda no primeiro tempo.

Depois do gol de Giovanni dos Santos, o técnico Miguel Herrera tomou uma decisão idiota, que sempre ronda a cabeça dos treinadores. Vamos defender o que já temos. Tirou o atacante e colocou mais um homem no meio de campo. Para se defender.

O resultado é que atraiu a Holanda para o seu campo. O México não conseguia sair lá de trás. Até que, vendo o estrago, Herrera colocou Chicharito para puxar os contra-ataques, mas não deu.

O fato é que poderia talvez ter dado certo, mas não costuma dar.

Sneijder empatou quase no fim. E Robben, penetrando pela direita, sofreu pênalti logo em seguida, cobrado por Huntelaar. Virada em poucos minutos da Laranja, que avança.

Castigo para o México, que quis defender seu 1 a 0 e ficou fora da Copa.

Tudo o que sabemos sobre:

Copa do Mundo 2014HolandaMéxico

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.