As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Corinthians e Santos surpreendem

Luiz Zanin Oricchio

22 de agosto de 2013 | 13h22

Cunhando uma frase original, eu diria que o futebol é uma caixinha de surpresas.

Não é que o Santos, nesse momento de turbulência e falta de inspiração, conseguiu vencer o Grêmio, tido como favorito?

E não é que o Super Poderoso Timão (como eles mesmos se intitulam) foi a Lucas do Rio Verde, interior de Mato Grosso, e apanhou do Luverdense por 1 a 0?

Dois jogos diferentes, claro. O Santos jogou fechadinho como tem jogado, com total desambição ofensiva, contrariando o tal do DNA do clube. O incrível foi Gabriel, que não havia sequer sido relacionado, ter sido chamado para o jogo e entrado para decidir a vitória para o seu clube. E num arremate de grande categoria, aproveitando o cruzamento de Montillo (que voltou a jogar bem).

Já sobre o Corinthians, encontro apenas uma explicação para a derrota humilhante – desleixo e soberba, combinados. Claro que, na volta, vai liquidar a fatura com relativa facilidade.

Mas esse placar ficará em sua história, como os 8 a 0 do Barcelona ficarão na do Santos.

Às vezes acho que jogador não sabe o significado da palavra História. Ou sabe e não liga? Você decide.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: