As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Espremer até o bagaço

Luiz Zanin Oricchio

14 de agosto de 2012 | 00h56

A seleção já está na Suécia para o amistoso. Acho obsceno. Nem mais nem menos.

Depois de ser derrotada, de maneira tão idiota, pelo México, deveria haver algum recolhimento. Não. Vamos espremer mais um pouco, em busca de algum sumo remanescente.

O futebol brasileiro deveria fazer algum tipo de reflexão. Não é mais hegemônico, como foi durante décadas.

Pior ainda: não está entre as principais forças. Está atrás de várias outras escolas mundiais, como Espanha e Alemanha, certamente. Provavelmente atrás de Itália, Argentina e Uruguai. Perde até do México.

A seleção está em crise. Ou deveria estar. Mas não. Continua a sangrar os clubes e os jogadores, em busca de quê? Bem, a gente sabe, não é?

Não podemos ficar calados.

Tudo o que sabemos sobre:

futebol

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.