As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mesmo sem Luxa, time pode levar

Luiz Zanin Oricchio

27 de dezembro de 2011 | 22h44

O campeonato vai ser equilibrado entre os grandes, mas o Santos entra com
certo favoritismo. Manteve o elenco campeão brasileiro e contratou bem. Está
entrosado e tem jogadores que fazem a diferença, como Ricardinho, Robinho,
Elano e Deivid. Mas foi obrigado a trocar Luxemburgo por Oswaldo. Com Luxa,
seria favorito disparado. Com Oswaldo cai um pouco de cotação. Já o
Corinthians pode surpreender se conseguir logo de cara dar conjunto ao
timaço que está montando. Mas acho difícil obter resultados imediatos, mesmo
porque o Paulista é campeonato de tiro curto, por pontos corridos, no qual
não se podem usar os primeiros jogos como treinos: pontos perdidos no começo
não se recuperam depois. São Paulo e Palmeiras têm times e técnicos
competentes. Devem chegar entre os primeiros. Mas chegar entre os primeiros
é uma coisa, chegar em primeiro é outra, e isso é o que interessa à torcida.
Faltou ambição aos dois clubes para reforçar os times. E o Palmeiras ainda
perde Magrão na última hora para a Rússia, que parece destino preferencial
dos palestrinos bons de bola. O São Caetano, atual campeão, precisa se
reconstruir após o trauma do caso Serginho e suas seqüelas, além da saída de
jogadores como Dininho e Mineiro. Se superar o abatimento mostrado nas
rodadas finais do Brasileirão já estará no lucro.

19/1/2005

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.