As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Palmeiras se encorpa

Luiz Zanin Oricchio

09 de fevereiro de 2012 | 09h32

Quem acha que o Palmeiras é apenas a bola parada de Marcos Assunção, talvez tenha logo de rever seus conceitos.

É verdade que a maior parte dos gols sai, direta ou indiretamente, dos pés dele mesmo. Mas o Palestra vai se fortalecendo. Com Daniel Carvalho e Maikon Leite ganha qualidade e velocidade no ataque. Se vier Wesley, fará essa ligação entre defesa e ataque de maneira ainda mais rápida e agressiva.

Todos, ou quase todos os comentaristas, começaram o ano dizendo que o Palmeiras era o mais fraco entre os quatro grandes. Já não sei mais se isso é verdade. De maneira ainda meio desajeitada, o novo time do Palmeiras vai tomando corpo. Não tenho bola de cristal para saber se esta é a semente de um ótimo time no futuro.

Mas pode vir a ser.

Tudo o que sabemos sobre:

futebol

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.